Angola Cables estabelece acordo com gigante norte-americana para aceder a 59 “data centers” globais

0
208
A Angola Cables estabeleceu uma parceria com a gigante norte-americana Flexential, para garantir a conectividade de 59 ‘data centers’ de diferentes provedores globais na sua rede de cabos submarinos, foi hoje anunciado.

A parceria entre a multinacional angolana de telecomunicações e a Flexential deve oferecer aos clientes da empresa angolana, cujo cabo submarino estará alojado no ‘data center’ da principal proprietária norte-americana, “conectividade de baixa latência”.

“Alta capacidade e soluções de nuvem nos 40 ‘data centers’ altamente redundantes, sete ‘cloud nodes’ e gestão de mais de 13 mil ‘cross connects’” que a rede da Flexential oferece aos Estados Unidos da América (EUA) estão também entre as vantagens da parceria.

Segundo o presidente-executivo da Angola Cables, Ângelo Gama, citado por um portal angolano de tecnologias de informação, a parceria vai permitir, “sem custos, de operação local, que as empresas de África e do Brasil se conectem a mais de 40 ‘data centers’ espalhados pelos EUA”.

“Podendo assim, desde os seus ‘sites’ em África, partilhar conteúdos de forma mais rápida e fácil com mercados e empresas nos EUA”, disse.

Destacou também que a conectividade de alta capacidade “é a mais adequada em termos de custos e eficiência para atender a múltiplas indústrias que ligam África aos EUA”, nomeadamente no setor petrolífero, ‘e-commerce’, pesquisas e outras.

Tim Parker, vice-presidente da estratégia de rede da Flexential, sublinhou que o acordo vai permitir à empresa norte-americana a “extensão dos seus serviços gerenciados, soluções de tecnologias de informação e ‘data centers’ para clientes e empresas do continente africano”.

A Angola Cables é uma multinacional de telecomunicações angolana que opera no mercado grossista e que se dedica à exploração e comercialização de capacidade de circuitos internacionais de dados e IP trânsito, através dos seus cabos submarinos, nomeadamente Wacs, Monet & Sacs.

A empresa angolana gere o IXP Angonix e o ‘data center’ Angonap Luanda e Angonap Fortaleza.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments