Coordenador do “Projecto AGIR” diz que “Jornadas do Poder Local” visam incentivar participação da cidadania nas autarquias

0
192

O coordenador do “Projecto AGIR”, Fernando Sakuayela Gomes considera que, enquanto organização cívica está voltada para os desafios que visam a implementação das primeiras eleições autárquicas em Angola.

Em declarações à Rádio Angola, o activista que falou à margem das IIª Jornadas do Poder Local, que decorrem na sua sede no município de Cacuaco, em Luanda, disse que para que se mantenha a pressão com vista à concretização das autarquias locais no país, o “Projecto AGIR” tem “mantido” vários contactos com os seus para junto destes “levar avante os seus objectivos”.

“Levi”, como também é conhecido nas lides do activismo, fez saber que as IIª Jornadas do Poder Local, que encerram neste domingo, 22, é uma iniciativa do “Projecto AGIR” e que conta com o apoio da organização não-governamental “Friends of Angola (FoA), defensora dos direitos humanos.

O objectivo, segundo Fernando Sakuayela Gomes (Levi), “é incentivar à participação da cidadania nas eleições autárquicas”, que podem ser realizadas no próximo ano.

De acordo ainda com o activista do “Projecto AGIR”, o certamente que aborda diversos temas seleccionados, visa igualmente “clarificar aspectos ligados à educação eleitoral autárquica”.

As IIª Jornadas do Poder Local decorrem no “Projecto Social AGIR”, em Cacuaco desde o dia 15 do corrente mês, cujo encerramento acontece no dia 22, em que os participantes vão realizar “Eleições Autárquicas Simulada”.

Financiado pela Friends of Angola (FoA), o presente projecto é resultado do Workshop sobre aptidões de liderança e valores democráticos para a juventude angolana promovida pela Friends Of Angola em Luanda.

Texto da Rádio Angola

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here