Secretário da Defesa dos Estados Unidos da América (EUA), Lloyd Austin III “em Angola durante viagem a África” para reforçar parcerias

2
516
O Secretário da Defesa dos Estados Unidos, Lloyd Austin, inicia este sábado uma visita de cinco dias ao continente africano, onde visitará o Jibuti, Quénia e Angola com o objetivo de reforçar parcerias e aumentar a cooperação militar.

O Departamento de Defesa norte-americano sublinhou que a viagem de Lloyd Austin, que decorre entre 23 e 28 de setembro, demonstra “o compromisso” dos norte-americanos “em reforçar as parcerias e aumentar a segurança regional no continente africano”.

Durante a viagem a Luanda, Lloyd Austin irá focar-se “na construção de relações de defesa mais fortes e na exploração de caminhos para uma maior cooperação militar entre militares entre os EUA e Angola”, destacou o Departamento de Defesa em comunicado.

No Jibuti, o governante norte-americano manterá reuniões com altos funcionários deste país africano “para discutir a cooperação militar em curso, os desafios de segurança regional e as oportunidades para uma maior colaboração”.

Em Nairobi, Austin tem previsto encontros com autoridades de defesa quenianas sobre “interesses de segurança partilhados e esforços de combate ao terrorismo”.

Durante a sua viagem, o secretário da Defesa também visitará militares dos EUA destacados no Jibuti e Quénia, reiterando o apreço e a gratidão do Departamento da Defesa pelo “seu serviço e dedicação na promoção da paz e segurança na região”.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
trackback

[…] Analista angolano para questões internacionais Osvaldo Mboco considerou hoje a visita do Secretário da Defesa dos Estados Unidos da América (EUA), Lloyd Austin III uma demonstração clara da importância geopolítica de Angola, numa altura em que África […]

trackback

[…] Presidente da República de Angola (PRA), João Lourenço e o secretário da Defesa norte-americano, Lloyd Austin III concordaram hoje em dar prioridade à capacitação, à segurança marítima, ao espaço e à […]