Angola: Activistas do Cazenga “condenados a quatro meses de prisão”

0
245
Eles protestavam contra a vandalização do Mural da Cidadania, ilustrado com figuras ligadas ao activismo como Carbono Casimiro, Padre Pio Wakussanga, Rafael Marques, Inocêncio de Matos e José Patrocínio.

Os onze activistas detidos na sexta-feira, 8, no bairro do Cazenga, em Luanda por protestarem contra administração municipal do Cazenga, por suposta vandalização do “Mural da Cidadania”, foram condenados a quatro meses de prisão convertidos em multas.

No final da audiência na terça-feira, 12, além dos quatro meses de prisão, os réus foram condenados a pagar outras multas.

Leia mais artigos sobre os activistas condenados: 

Polícia Nacional detém manifestantes acusados de “vandalismo no Cazenga”

Tribunal de Luanda condena “ativistas por protesto no Cazenga”

Os activistas encontram-se em liberdade e a execução da sentença está suspensa, devido ao recurso apresentado pelo advogado de defesa Zola Bambi.

“Não estamos satisfeitos”, justificou Bambi.

A manifestação visava protestar contra a vandalização do “Mural da Cidadania”, ilustrado por figuras ligadas ao activismo como Carbono Casimiro, Padre Pio Wakussanga, Rafael Marques, Inocêncio de Matos e José Patrocínio, entre outras.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here