Angola: “As novas medidas para prevenir da COVID-19 servem para adiar as eleições de 2022“ – Emanuel Mayassi

0
281
As novas medidas supostamente para prevenir da Covid-19, na verdade têm por objetivo enganar os angolanos de que a situação está péssima a fim de intensificar o nível do estado de emergência e enfim, adiar as eleições gerais previstas para 2022 

Isto, porque o MPLA está consciente do nível de impopularidade jamais visto em que este Partido se encontra atualmente

Sabe que indo às eleições gerais agora não irá vencê-las e nem conseguirá efetuar a fraude eleitoral tal como fazia no passado ! Visto que os organizadores das fraudes eleitorais são na sua maioria eduardistas com quem ele não está em bons termos.

Esta sempre foi a estratégia do MPLA quando sabe não estar em posição de vencer as eleições, ele as adia ou faz manobras dilatórias para ganhar tempo. Assim foi quando a guerra terminou em 2002. Deu muitas fintas para ganhar tempo fazendo algumas obras a fim de enganar o povo ! Só 10 anos depois, em 2012, conseguimos ter eleições do Presidente da República ! Mas já com o sistema de cabeça de lista.

É a mesma estratégia política que faz com que até agora não tenhamos eleições autárquicas ! Porque o MPLA sabe que teria resultados catastróficos ! Por isso está a tentar arranjar um pouco os municípios com o seu programa PIIM (Programa Integrado de Intervenção nos Municípios) nos municípios, para esperar ter bons resultados nas autarquias.

Nas redes sociais todos os dias temos as provas do desespero do MPLA e os sinais do seu medo de perder o poder.

Está a encher as redes sociais, noite e dia, com propagandas contra a UNITA e o seu Presidente.

Mas acho que já notou igualmente que desta vez a luta dele não será contra a UNITA, mas sim contra o povo angolano que está cansado da neo-escravatura, da escravatura endógena.

O outro aspeto da situação que descontenta o MPLA é a anunciada Frente Unida Patriótica e Ampla, entre a UNITA, BD e PRA-JA SERVIR ANGOLA.

O MPLA está com medo que esta união dos Partidos políticos na Oposição se concretize ! Porque irá gravemente prejudicá-lo.

Mas a sociedade angolana não pode aceitar isso.

De maneira nenhuma os angolanos devem continuar a aceitar que o MPLA faça e desfaça as coisas em Angola segundo o seu bel-prazer.

Vamos exigir eleições gerais em 2022, que caia a chuva ou que caia a neve.

Emanuel Mayassi

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here