Angola: Carta Aberta à “Marcelo Nuno Duarte Rebelo de Sousa”

0
219
FRENTE REVOLUCIONÁRIA PARA À INDEPENDÊNCIA SOCIOLÓGICA E INTEGRIDADE DA LUNDA-TCHOKWÉ (FRISILT)
 
À
 
Sua Excelência Marcelo Nuno Duarte Rebelo de Sousa,
 
Presidente da República de Portugal
 
=LISBOA=
 
Excelência;
Com a vossa devida Vénia e em primeira instância rogamos humildemente que esta primeira missiva ano 2021, chega as mãos em nome de todos os filhos deste império, na companhia de sua família e aqueles que juntos labutam abnegadamente em prol do povo português.
 
Excelência;
Apesar do silêncio total das autoridades lusas, lideradas pela V/Excelência, no reconhecimento sobre a autodeterminação do nosso povo, estamos cientes e segundo a nossa fonte em Lisboa, aponta-nos que a sociedade portuguesa está dividida em termos de opiniões, no que tange a questão da Lunda, uma vez Portugal tivera assumido junto da Conferência de Berlim a quando do Ultimato da Rainha Victória da Inglaterra sobre o Sul e Norte do império, onde apresentou os acordos do Protectorado como tábua de salvação, posição essa que originou o actual Hino de Portugal, ou simplesmente os heróis do mar, onde as relações diplomáticas entre Portugal e a Inglaterra tornaram-se cinzentas.
 
Excelência;
Decorridos 12 meses do ano de 2020, sem que Portugal e V/Excelência,
 
viesse ao público refutar as nossas acusações por incumprimentos da parte de Portugal, em pronunciar-se ao mundo abalizado na matéria do Direito Internacional, tirou as suas ilações, tendo concluído que Portugal está num beco sem saída.
 
Excelência;
Segundo os filósofos que defendem a luta dos contrários, concluíram que essa via é que cria as condições sine-qua-non para as contradições antagónicas que as vezes resultam em lutas, uma vez que por via das contradições não antagónicas as pessoas não conseguem dirimir os seus conflitos internos.
 
Excelência;
Essa nossa maneira de encarar as coisas com clemência e humildade não significa que temos corações pequenos, mas sim próprio de um homem que é humano que coloca os seus interesses pessoais acima dos interesses da maioria.
 
Excelência;
Uma vez que Portugal e as autoridades Lusas, não nos respondem, como encara a situação dos filhos dos portugueses que se encontram na diáspora, será que todos estão servidos?
 
Excelência;
Para os melhores entendidos na matéria, Portugal está a criar uma situação que poderá desembocar-se num caos, quando a matéria atingir o estado de saturação.
 
Excelência;
Já viram uma vez um cágado a subir em cima de um tronco sem que alguém o colocasse lá?
Por outro lado, gostaríamos de perguntar o seguinte:
Quando os portugueses na pessoa de Diogo Cão e os holandeses atingiram Angola, quem tinha sido encontrado nesta área? Os actuais angolanos ou NGOLO (Ngola Kiluanje Kia-Samba)?
 
Excelência;
Com a presença portuguesa em Loanda, o NGOLO que se transformou em Angola tinha se dirigido aonde? E se tinham encontrado o (A)NGOLO(A) a independência foi dada a quem? Será que o Dr. António Agostinho Neto é filho do (A)NGOLO(A)?
 
Excelência;
Por isso que temos dito que Angola, ainda não está independente porque Portugal, só fez a transferência do poder aos seus Crioulos e não aos genuínos parentes do NGOLO (A).
 
Excelência;
Os demais países signatários da Conferência de Berlim, estão com olhos fixos a Portugal, e se estão calados é porque não foram eles os colonizadores de Angola nem subscritores dos acordos de Protectorado, mas alguns deles têm-nos incentivado a reivindicar o nosso direito de autodeterminação e dizem mesmo que temos razões e Portugal está sendo um país de má-fé.
 
Excelência;
Neste ano que acaba de iniciar queremos ouvir por parte de Portugal, um pronunciamento responsável de um país Democrático e respeitado na Comunidade Europeia sobre os direitos humanos.
 
Excelência;
Nesta senda de pensamentos V/Excelência, não pode colocar Portugal na lista negra dos países que não cumprem com as liberdades fundamentais dos povos.
 
Excelência;
O facto do senhor presidente Dr. João Manuel Gonçalves Lourenço, ter iniciado com uma guerra fria contra o nosso povo e o Comandante e general Gildo de Sousa Lova (Comandante Trovoada), que reivindica a autodeterminação pelo contrário a situação tende a piorar este ano se V/Excelência e as autoridades portuguesas, não decidirem entregar-nos o nosso território, embora o Comandante Trovoada se encontra na cadeia de Malanje, onde foi transferido pela orientação do presidente angolano Dr. João Manuel Gonçalves Lourenço.
Excelência;
Para terminar auguramos votos de esperança e um bom ano próspero.
 
Lunda, 19 de Janeiro de 2021
 
NGOLO KUFWA MUAKA KUMULILA MUAKA.
 
 
 
 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here