Angola: Carta aberta á Presidente da Republica de Angola “João Lourenço”

0
343
FRENTE REVOLUCIONÁRIA PARA À INDEPENDÊNCIA SOCIOLÓGICA E INTEGRIDADE DA LUNDA-TCHOKWÉ (FRISILT)
 
À
Sua Excelência João Manuel Gonçalves Lourenço, Presidente da República de Angola
 
=LUANDA=
C/c
-Partidos Políticos Angolanos -Assembleia Nacional de Angola -Comunidade Eclesiástica -Sociedade Civil angolana
-Sr. Rafaele Morais Marques (Traidor)
 
Assunto: AVISO PRÉVIO.-
 
Excelência;
É com uma certa mágoa que tomamos a iniciativa para endereçar esta carta a V/Excelência, para ser comunicado previamente sobre os futuros episódios que ocorrerão em Luanda, neste Inverno do modo a se preparar condignamente para não ser surpreendido no momento que se avizinha.
 
Excelência;
Pelo que se estuda no âmbito do direito internacional no que tange aos acordos, nunca um estado nega aquilo que rubricou com a outra parte, esses princípios têm balizas próprias onde todas as nações tomam conhecimento por ser tratados num fórum comum.
 
Excelência;
Para uma questão de elucidação, convidamos a V/Excelência, recorrer a internet e consultar a Vida de Augusto Dias Henrique de Carvalho, na Lunda, na qualidade de Chefe da Missão e da Expedição portuguesa à Lunda em 1884/85, onde consta o livro escrito por ele, nesta ordem de ideia V/Excelência, tirará as suas ilações sobre aquilo que este povo reivindica, já que José Eduardo dos Santos, Presidente cessante de Angola, não lhe deu a conhecer o que tinha recebido do soberano do povo JUDEU.
 
Excelência;
Utilizar Rafael Marques, para inviabilizar a questão da Lunda, através da UFOLO, é perca de tempo, porque o processo está muito longe até Deus, já sabe desse processo e diz mesmo que o povo JUDEU tem a sua razão de lutar sobre a sua autodeterminação.
 
Excelência;
A nossa fonte junto a Presidência angolana confidenciou-nos que UFOLO, foi criado com o propósito de lutar contra os reivindicadores do PROTECTORADO e neste momento o senhor Rafael Marques, está no Kuango e Cafunfo, sob protecção da polícia para enganar os sobas a não aceitar que o Protectorado existe.
 
Excelência;
O senhor Rafael Marques, é um crioulo que o sistema está a utilizar para neutralizar esse processo em troca de minas de diamantes, para aproveitar o povo de Cafunfo, julgando que Cafunfo tem pouca gente letrada e está enganado.
 
Excelência;
Não foi o senhor Rafael Marques que gritava contra José Eduardo dos Santos e os generais sobre os diamantes de sangue? Todo um traidor tem disso, quem não sabe que ele pertencia a um grupo secreto de João Manuel Gonçalves Lourenço? Se ele quer viver um pouco, é melhor desistir dessa sua política de andar com o dinheiro na sua viatura a enganar pessoas e ninguém está contente com aquilo que aconteceu em Cafunfo.
 
Excelência;
Como temos estado a comunicar, o senhor presidente e o seu executivo vão simplesmente fazer morrer o vosso povo, por causa da teimosia, porquanto o caso não vos diz respeito, onde próprio Portugal está humilhado por ter reconhecido Angola, com uma parte do território que não pertence aquela orla marítima.
 
Excelência;
Já que tens dúvidas, nós vamos enviar o nosso emissário a sua presidência, que irá o entregar a nossa missiva sobre o início da situação que ocorrerá na vossa capital e acabar com o mito de que sois milhões e contra milhões ninguém combate.
 
Excelência;
Este é o conteúdo desta mensagem que o auto comando da FRISILT dirigiu a V/Excelência, sobre a permanência ilegal dos angolanos na nossa terra.
 
Os nossos respeitosos cumprimentos! Lunda, 27 de Maio de 2021
 
ATENCIOSAMENTE
 
Auto Comando da FRISILT
 
 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here