Angola: Ministério Público acusa pai por “35 crimes de abuso sexual” contra as suas cinco filhas

0
195
Um homem de 60 anos, capitão das Forças Armadas Angolanas (FAA), foi acusado pelo Ministério Público (MP), no município do Andulo, província do Bié, de 35 crimes de abuso sexual de crianças agravado. Os crimes foram cometidos contra as próprias filhas de forma contínua, sendo quatro menores e uma adulta.

Após a decisão do MP, o arguido foi conduzido para a cadeia da Comarca do Cuíto, onde vai aguardar o julgamento preventivamente.

“O Ministério Público considerou indiciado que o arguido, no início deste ano, na casa de residência familiar, manteve com às suas filhas, de 20, 12, 11, nove e seis anos, contactos de natureza sexual, diversas vezes”, refere a fonte judicial contactada pelo Novo Jornal.

“A filha do arguido de 20 anos, cansada das humilhações de abuso sexual práticadas pelo próprio pai, denunciou o caso às autoridades e revelou, em depoimento, que o pai comprava o silêncio das filhas pagando-lhes entre 10 a 20 mil Kwanzas”, informou.

Ao Novo Jornal, o director do gabinete de comunicação institucional e imprensa do Serviço de Investigação Criminal (SIC) geral, superintendente de investigação Manuel Halaiwa, disse que o suspeito foi detido nesta segunda-feira, 26, mediante de um mandado de detenção, após a queixa-crime efectuada por umas das filhas.

“Apurou-se que o cidadão em causa vem realizando os abusos sexuais repetidas vezes com as filhas, aproveitando-se da ausência de sua esposa e da vulnerabilidade das menores”, disse, salientando que o SIC-Bié vai dar seguimento ao caso até ao veredicto do Tribunal Provincial do Bié (TPB).

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here