Angola: Moradores do Kilamba denunciam actuação de agentes da Polícia em estado de embriaguês

0
278
Foi divulgada esta segunda-feira, 28, em Luanda uma carta assinada por alguns moradores da Centralidade do Kilamba provincial de Luanda, denunciando a actuação em estado de embriagues de alguns agentes da Polícia Nacional naquela localidade.

O Comandante Geral da Policia Nacional, Comissario-Chefe Paulo de Almeida, segundo alguns moradores domina o assunto mais não tomou qualquer medida contra os infratores.

Acompanhe a carta em anexo.

Dia 24 de Dezembro do corrente ano Quinta-feira por volta das 03h20 minutos, dois jovens que encontravam-se no parque de estacionamento do edifício W11 na centralidade do Kilamba, onde um deles, morador do mesmo edifício, acompanhava o amigo afim de subir na sua viatura para seguir viagem para a casa foram interpelados por 2 agentes da Polícia da 52 esquadra que se faziam transportar por uma motorizada. esses por sua vez sem mesmo os seus NIP questionam aos jovens o que esses faziam no parque.

O então jovem morador do edifício explicou que acompanhava o amigo até o carro que no parque encontrava-se estacionada. os agentes como tem sigo hábito nesta centralidade um deles encontrava-se embriagado. e exigiram que os mesmos os acompanhassem para a esquadra ignorando totalmente o que os jovens diziam. o mesmo morador pediu que o deixassem abrir a sua viatura para que assim então retirasse a sua documentação afim de provar que falava a verdade mas sem sucesso os agentes não  queriam nem saber partindo para a força bruta.

O mesmo morador não aceitando ser levado injustamente e como de um marginal se tratasse, resistia  gritando não me pega assim eu não sou bandido tira a mão de min, até mesmo gritando pelo nomes de seus visinhos afin de ser socorrido. ficando naquele pega pega empurra empurra  o outro amigo chamou por um terceiro vizinho do prédio para que podesse ajudar. esse por sua vez chegando no local tentou apaziguar a situação identificando-se mesmo como sendo o coordenador do mesmo edifício, tentando separar o vizinho que agarrava-se com o policia que o tentava  neutralizar para o poder levar até a esquadra.

Naquele momento o morador do prédio aproveitou a oportunidade e entrou no edifício seguido por um agente que não o consegui pegar… que na tentativa do outro policial seguir foi entalado o dedo na porda por se tratar de uma porta de tranca electrónica. os agentes por sua vez vendo o segundo amigo que estava a ser acompanhado até ao parque tambem fugir efetuaram um *disparo que fez com que os morados acordassem e descessem para ver o que se passava.

Nesta altura os agentes motorizados ja tinhas pedido reforço. toda essa situação foi vista por alguns moradores pelas suas janelas. os agentes após receberem reforço tentavam entrar no predio para pegar o morador mas sem sucesso.

Frustrados bem na presença dos morados. diziam o seguinte: VAMOS PEGAR O QUE SUBIU SE NÃO O MESMO VAI FUGIR sem sucesso os mesmos agentes diziam* ja que temos esse ele vai pagar pelos que os outros  o algemaram e o colocaram no carro. agridiram o mesmo. um doa filhos vendo aqui foi até a viatura na polícia chorando e gridando não batam no meu pai mais uma vez policias bêbados e demonstrado falta de preparação para lhe dar com o cidadão faziam ameaças ao filho adolescente dizendo: se fores até a esquadra atrás do teu pai vas ver como vamos te fazer  esse mesmo morador e coordenador está a sofrer um barbara injustiça por parte dos mesmos agentes que por raiva por não terem pego o primeiro morador estão a criar e enventar coisas monstruosas.. dizendo que o mesmo tentou desarmar a arma do agente. coisa que n aconteceu até pq tem moradores que tudo viram.

Essa falta de preparação da nossa polícia faz que até agora um pai de famila inocente que está ate a data presente preço por mentiras criadas pelos agentes que cada ves mais parecem estár a representar mais perigo para o cidadão do que os proprios marginais. hoje temos um pai de família que passa o natal sem os teus filhos esperando ser julgado em ouvirem os testemunhos. e deixam a família sem informações dizendo apenas para a esposa quando la na esquava vá saber sobre o mesmo o seguinte: PREPAREM-SE PARA O PIOR. essa infelizmente é a Angola que temos. Policias com comportamento de miúdos de bairro no tal tempo de grupo.

Questão já pensou o Ministério do interior junto com as esquadras submeterem os agentes o teste de bafômetro ao sairem para as rondas e ao voltarem para as respectivas esquadras?

Moradores do Kilamba

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here