Angola: MPLA e UNITA devem abrandar o “tom da sua retórica” – Luís Jimbo

0
176
Director do IASED defende Comissão Nacional Eleitoral independente

O director executivo do Instituto Angolano de Sistemas Eleitorais e Democracia (IASED), Luís Jimbo, apelou ao MPLA e à UNITA, a desanuviarem o actual ambiente de tensão política e a optarem por discursos que não criem o que chamou de “cenários de desconfiança extrema entre si”.

Luís Jimbo diz que os actuais discursos inflamados e ataques pessoais, entre os dirigentes das duas formações políticas angolanas“não contribuem para uma disputa democrática pelo poder”.

Em conversa com a VOA o líder associativo aponta particularmente o MPLA de, alegadamente, insistir na política de “descredibilização do adversário valendo-se do domínio que detém sobre a comunicação social pública” , em plena campanha eleitoral.

Luís Jimbo defende, por outro lado, que o partido no poder não pode atribuir à oposição a actual contestação social dos jovens contra o desemprego, falta de oportunidade e a carestia de vida.

“Está a dar visibilidade à própria oposição”, disse..

O activista eleitoral defende a criação de uma Comissão Nacional Eleitoral independente e um Tribunal Constitucional competente por forma a que as suas decisões sejam aceites por todos os concorrentes “no final do ambiente de competição extrema”.

“A sociedade civil também tem de estar melhor preparada para a observação eleitoral”, defendeu.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here