Angola: PIIM usado para burlar empresa em “centenas de milhões de kwanzas”

0
240
Uma empresa privada inscrita nas acções do Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM) na província de Malanje sofreu recentemente um roubo de 35 milhões de kwanzas alegadamente protagonizado por três cidadãos estrangeiros.

Dos cidadãos expatriados dois são malianos e um gambiano, confirmou, nesta terça-feira, 16, o chefe do Gabinete de Comunicação Institucional e Imprensa do Serviço de Investigação Criminal (SIC) em Malanje, superintendente Lindo Ngola.

Três cidadãos estrangeiros presos e um deles era sócio da empresa

“Esses valores são pertença de uma empresa de construção civil e um dos sócios terá recebido uma mensagem no seu telemóvel em como a empresa depois de ter ganho o concurso para o exercício a que foi adjudicado para as obras do Programa Integrado de Intervenção nos Municípios, e para credibilizar o levantamento desses valores deveria actualizar a conta no Banco de Fomento Angola (BFA)”, disse Ngola.

Um dos implicados na transferência ilegal de valores monetários é sócio da referida empreiteira.

O porta-voz adiantou que “os montantes foram subtraídos via sistema de um aplicativo BFAnet”.

“A mensagem que foi recebida por um dos sócios que acedeu ao sitio, terá sido uma mensagem dos indivíduos que fazem parte da associação criminosa”, concluiu Lindo Ngola.

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here