Angola: “Preso activista e critico do governo do Cunene”

0
232
O presidente da Associação dos Académicos do Cunene, Tchilalo João Muhala e conhecido critico do governo provincial foi preso em Ondjiva por alegada falsificação de título de licenciatura académica.

Muhala foi o líder da primeira manifestação reivindicativa na cidade de Ondjiva, contra a má governação no passado dia 21 de Novembro na província do Cunene e a sua prisão está ser vista por muitos com um acto de perseguiçao política.

Pedro Mateus Manuel, activista cívico na Província do Cunene disse à Voz da América que tem estado em contacto com o Tchilalo no local onde se encontra detido por decisão de um procurador, mas nada pode adiantar e pediu que a justiça seja cega no esclarecimento dos factos.

Contudo disse estar a registar se uma perseguição pois, segundo disse, todos os amigos de Tchilalo estão a receber mensagens de ameaças, o que diz demonstrar perseguição a todos os críticos ao poder em Ondjiva.

O empresário do Cunene Jerónimo António disse que embora não se possa pronunciar especificamente sobre a acusação a prisão preventiva parece exagerada.

“Me parece que Tchilalo Muhalo é uma pessoa que tem localização, não sou jurista, mas não me parece que a medida de coação seja a mais adequada”, disse Jeronimo António para quem “ não faz sentido silenciar as vozes criticas e voltarmos aos tempos do comunismo”.

“Não é esse o pensamento do Presidente João Lourenço”, disse.

A VOA procurou ouvir a esposa de Tchilalo e o advogado constituído pela família sem sucesso.

Os activistas cívicos na região unem sinergias para encontrarem um advogado emde juntar-se ao da família na luta pela soltura de Muhala

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here