Angola: Produção de diamantes atinge mais de “3 milhões de quilates”

0
162
A produção dos diamantes no país, de Janeiro a Abril do ano corrente, atingiu 3 milhões e 165 quilates, numa percentagem de 34 por cento, informou esta quarta-feira, o director do Gabinete de Planeamento e Estatística do Ministério dos Recursos Minerais Petróleo e gás, Alexandre Garrett.

Tendo em conta as situações vividas por conta da  pandemia Covid-19, entre outras, o responsável, que falava no Fórum Banca & Mineração, apontou que valor apresentado é razoável.

Para ele, país vai continuar apoiar os produtores para aumentarem a produção do referido mineiro, com o fim de atingir a meta de produção de 9 milhões e 140 mil  de kilates de diamantes até o ano de 2022.

O Plano Nacional de Desenvolvimento (PDN/2018- 2022) estabelece, para o sector mineiro, vários objectivos que estão ligados aos diamantes, o ouro, rochas ornamentais, calcário dolomítico, entre outros.

Na ocasião, “o Presidente do conselho de administração do Instituto Geológico de Angola (IGA), Canga Xaquivuila, frisou que a sua instituição existe para, entre outros objectivos, potenciar e valorizar os importantes recursos minerais do país”.

Daí que, sublinhou, ser imprescindível a implementação do Plano Nacional de Geologia (Planageo), que assenta no levantamento científico do potencial mineral e geológico, bem como no relançamento do sector e das novas modalidades de comercialização, sobretudo de diamantes.

“O instituto geológico serve como porta de entrada, não só, para distinguir e elevar a qualidade e quantidade de minerais existentes, mas também para abertura de novas descobertas e contribuir para dinamizar o sector, de forma a torná-lo mais completo e apto para bom ambiente de negócios”, asseverou.

Estudos especializados indicam que o país está entre os principais produtores de diamantes em África, quer em termos de quilates (4º lugar) quer em termos de valores (5º lugar).

Angola conta actualmente com 65 concessões para investimento no sector mineiro e se prevê criar, com os novos projectos, mais de quatro mil postos de trabalho até 2022, a que se vão juntar os actuais 10 mil.

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here