Angola: Sindicato acusa Governo angolano de “falta de vontade para resolver crise na imprensa privada”

0
145
O secretário-geral do Sindicato dos Jornalistas Angolanos (SJA) volta a acusar o Executivo angolano de falta de vontade política para resolver a crise por que passam os órgãos de comunicação social privados, que se encontram numa situação de crise.

Teixeira Cândido afirma que os órgãos privados não estão a pedir dinheiro mas políticas para o sector com vista à melhoria do ambiente de negócios.

O jornalista e sindicalista considera que a crise da media privada foi imposta pela paralisação da economia angolana devido à pandemia da Covid-19, que afecta todos os sectores, principalmente a imprensa.

Teixeira Cândido diz que órgãos privados não pedem dinheiro, mas políticas para o sector

Entretanto, neste cenário, o secretário-geral do SJA aponta o dedo ao o Governo.

“É falta de vontade política do Executivo angolano porque os órgãos até não estão a pedir dinheiro”, sublinha Teixeira Cândido, quem reitera que os órgãos encontram-se numa completa situação de indigência, enquanto clamam por políticas para o sector, como dar “oportunidades das grandes empresas publicitarem nestes órgãos numa margem de 70%, e nos órgãos do Estado de 30 por cento, ou facilitar créditos aos órgãos mas a juros baixos”.

Recorde-se que o Executivo recusou recentemente a proposta do secretário-geral do Sindicato dos Jornalistas Angolanos (SJA) para a criação de incentivos aos órgãos de comunicação social privados.

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here