Angola: UNITA solicita reposição da verdade à Assembleia Nacional sobre subsídios de Natal

0
262
O Grupo Parlamentar da UNITA, ao reagir nesta quarta-feira, 09 em comunicado de imprensa, às informações postas a circular sobre a resolução que atribui subsídio de Natal, considerou haver intenção velada de beliscar a imagem do Parlamento e dos deputados.

Na sequência, as informações, diz a UNITA, equivocadas, postas a circular nas redes sociais e imprensa sobre a Resolução que aprova a atribuição do bónus de natal aos deputados e, tendo em conta as reacções que o assunto está a causar na sociedade angolana, têm a intenção de desviar os debates de questões mais essenciais em curso no país.

“A atribuição de bónus do natal é uma prática corrente ao nível de várias unidades orçamentadas do Estado Angolano, desde os órgãos de soberania às demais instituições públicas e algumas privadas, sendo que a sua regulamentação e percentagens também são de lei”, lê-se no documento.

A UNITA observa que a Assembleia Nacional não foge à regra, sendo que tal prática não começa este ano, pelo que a resolução ora aprovada, veio apenas conformar e regulamentar este direito, não tendo, por isso, a UNITA o conhecimento de que os demais órgãos de soberania como o Executivo e o Judicial, tenham deixado de usufruir deste direito.

“O Grupo Parlamentar da UNITA esclarece que o valor mencionado não corresponde ao que foi de facto aprovado pelos Deputados, pelo que solicita aos órgãos da Assembleia Nacional a reporem a verdade, com o objectivo de se dissiparem dúvidas que beliscam a imagem do Parlamento e dos representantes do povo”, lê-se ainda.

Nestes termos, o referido Grupo Parlamentar, considera existir uma intenção velada de exposição da Assembleia Nacional e dos Deputados, para desviar o debate de questões essenciais como o combate à corrupção, a fome e as autarquias locais.

No quadro da responsabilidade social, cultura de solidariedade e humanismo que sempre o caracterizaram, a UNITA, garante continuar a partilhar com as comunidades mais carenciadas os seus rendimentos, a exemplo do que foi feito no último mês de Maio, quando de modo voluntário e consciente os seus deputados repartiram o seu salário com famílias, duramente afectadas pela crise da Covid-19.

Por último a UNITA agradeceu a confiança que os angolanos depositam nos seus deputados como seus defensores, reiterando o compromisso de continuar na linha da frente na luta pela justiça social e igualdade de oportunidades.

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here