Portugal: Atlantico Europa adopta sistema electrónico para rastrear transferências internacionais de fundos

0
179

O Banco Atlantico Europa é a primeira instituição financeira portuguesa a adoptar o sistema electrónico que permite acompanhar, da origem ao destino, as transferências de fundos internacionais, quer na qualidade de emissor, quer como receptor, anuncia o banco de capitais angolanos.

“O Atlantico Europa, SIBS e a Asseco PST trabalharam em conjunto, ao longo de vários meses, no processo de testes de certificação com a rede SWIFT, estando esta nova funcionalidade já em operação e a permitir aos clientes a monitorização das suas transferências internacionais”, acrescenta o banco.

“Este sistema inovador foi desenvolvido pela SWIFT, fornecedor global líder de soluções de pagamento e rede de troca de mensagens, implementado no Banco através da SIBS e em parceria com a Asseco PST, funcionando como um verdadeiro “GPS” dos fundos transferidos”, diz o comunicado do Banco Atlântico Europa, instituição detida pelo Atlântico Financial Group (holding ligada ao investidor angolano Carlos Silva).

Segundo o banco liderado por Diogo Cunha, “o SWIFT GPI Tracker permite uma maior visibilidade e transparência numa transferência além-fronteiras. Com esta tecnologia é possível rastrear, em tempo real, uma operação em todas as suas etapas, desde o momento da saída dos fundos da conta do emissário até à receção na conta do destinatário, sem necessidade de pedidos de informação adicional e obviando a situação de erro humano, violações de segurança ou fraude”.

“O Atlantico Europa assume-se como um banco com uma componente digital muito elevada, colocando à disposição dos clientes vários produtos e soluções de banca eletrónica através das suas plataformas online”, refere Diogo Cunha, o CEO do Banco.

“Depois de termos sido o primeiro banco em Portugal a permitir a abertura de conta através de videochamada, voltamos agora a ser pioneiros com a introdução deste sistema, que promete revolucionar o mundo das transferências internacionais e criar uma experiência semelhante a uma compra no e-commerce, onde é possível fazer o tracking do percurso dos fundos desde a origem até chegar à conta do destinatário”, acrescentou o CEO.

Recorde-se que no inicio ano a Well Link Group Holdings Limited, sociedade constituída em Hong Kong, chegou a acordo com os accionistas angolanos do banco português Atlantico Europa para a compra da totalidade do capital da instituição financeira.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here