Bolsa de Dívida e Valores de Angola (BODIVA) com “boa governação” e balanço de 8,3 milhões de euros prepara privatização

 A Bolsa de Dívida e Valores de Angola (BODIVA) anunciou hoje que conta com um balanço de cerca de 9 milhões de dólares (8,3 milhões de euros), com 70% de liquidez, e que prepara “com afinco” a privatização.

O processo de transição da Bodiva no mercado deve terminar no primeiro semestre de 2024, como deu a conhecer o seu presidente da comissão executiva, Walter Pacheco, referindo que já foram dados passos para a privatização total da bolsa.

“Já temos toda a preparação da empresa, toda a informação compilada, temos todos os instrumentos para demonstrar ao mercado que a Bodiva é uma empresa privatizável”, disse o responsável.

À margem do IV Fórum Bodiva, realizado em Luanda, Walter Pacheco deu conta que a bolsa angolana ainda não foi privatizada porque está em processo de transição no mercado, definido pelo Banco Nacional de Angola (BNA) e a Comissão de Mercado de Capitais (CMC) angolano.

O BNA e a CMC “decidiram separar as atividades de investimentos, ou seja, os bancos não poderão operar mais diretamente no mercado e isso vai criar um conjunto de constrangimentos e oportunidades, então achamos por bem ultrapassar essa fase transitória e, tão logo, ultrapassarmos vamos privatizar a Bodiva”, justificou.

“Até ao fim do primeiro semestre de 2024 o processo (de transição) estará 100% concluído”, assegurou.

A Bodiva “é uma empresa com contas auditadas, com informação divulgada de forma tempestiva, é uma empresa com lucro, com uma boa governação, tem tudo para ser uma empresa privatizada e daremos oportunidade a todo o mundo”, realçou.

A privatização total da Bodiva consta do Programa de Privatizações (ProPriv) do Governo angolano, que inscreve a privatização de empresas e/ou ativos públicos nos setores das telecomunicações, banca, indústria, seguros, agropecuária e outros.

Questionado pela Lusa sobre os valores que estimam arrecadar com a privatização da bolsa angolana, Walter Pacheco referiu que vai depender de vários fatores, “fundamentalmente da avaliação que for feita e do interesse do investidor”.

Mas, a Bodiva, acrescentou, tem um balanço de cerca de 9 milhões de dólares e “desse balanço 70% da Bodiva é um balanço líquido, ou seja, 70% da Bodiva é liquidez, recursos financeiros”.

“Ou seja, quem comprar a Bodiva vai estar a comprar essencialmente moeda, depósitos. Portanto, temos uma gestão bastante conservadora, bastante afincada com o objetivo de preparar uma boa empresa para ser privatizada”, rematou o presidente-executivo da Bodiva.

“O Mercado em Crescimento” foi o tema do IV Fórum Bodiva, que juntou especialistas do setor provenientes de Moçambique e Cabo Verde, ocasião em que foi apresentado o Relatório Anual dos Mercados Bodiva 2022.

 

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
3 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
trackback

[…] Bolsa de Dívida e Valores de Angola (BODIVA) admitiu hoje à negociação 7,5 milhões de obrigações privadas da Sonangol, petrolífera […]

trackback

[…] Bolsa de Dívida e Valores de Angola (BODIVA) lançou hoje a Bolsa Social, uma iniciativa no montante de 430 milhões de kwanzas (495 mil euros) […]

trackback

[…] na cerimónia oficial de lançamento do projecto denominado Bolsa Social, da Bolsa de Dívida e Valores de Angola (BODIVA), a governante indicou que este é um mecanismo visa objectivos, além do lucro […]