CNJ: Dívida milionária gera “guerra” de acusações

0
192
Isaías Calunga revela ter encontrado uma dívida de milhões de kwanzas, herdada da anterior direcção.

O Conselho Nacional da Juventude (CNJ) diz ter herdado da anterior gestão de Tigão Mateus uma dívida de 29 milhões de kwanzas, daí a necessidade de reforço da verba da sua dotação na Proposta do Orçamento Geral do Estado (OGE/2021), em apreciação no Parlamento.

Em declarações à imprensa, à saída de uma audiência com a 7.ª Comissão da Assembleia Nacional, o presidente da instituição, Isaías Calunga,revelou que são necessários, para o funcionamento condigno do CNJ, 411 milhões de kwanzas contra os 10 milhões previstos na proposta elaborada pelo Executivo, que vai à aprovação final no dia 14 de Dezembro.

A Proposta de Lei do OGE 2021, em discussão nas comissões de especialidade, prevê receitas e despesas avaliadas em 14 biliões, 114 mil milhões, 808 milhões, 902 mil e 438 kwanzas, sendo que 15,9% correspondem ao sector social.

Explicou que essa dívida é fruto de não ter constado qualquer montante para o CNJ no OGE 2020, levando à contracção de dívidas relativas ao pagamento do imóvel onde funcionam, pagamento de despesas com o pessoal, entre outras coisas.

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here