“Comunicado de Imprensa do MPPLT sobre as declarações do Governo de Angola”

1
246
COMUNICADO DE IMPRENSA DO MPPLT
SOBRE AS DECLARAÇÕES DO GOVERNO DE ANGOLA, DE NÃO DIALOGAR COM O MOVIMENTO DO PROTECTORADO PORTUGUES DA LUNDA TCHOKWE
 
Os Angolanos, o Povo Lunda Tchokwe e o Mundo inteiro tem estado acompanhar desde o dia 30 de Janeiro de 2021, data do Massacre do hodiondo do Cafunfo ao Município do Cuango Província da Lunda – Norte, as declarações do Governo Angolano de não dialogar com o (MPPLT), o Movimento do Protectorado Português da Lunda Tchokwe, face a estas declarações:
 
  • 1. O Movimento do Protectorado Português da Lunda Tchokwe, tomou conhecimento da posição oficial do Governo da Republica de Angola, de não dialogar e nem reconhecer a reivindicação do povo e Reino Lunda Tchokwe.
 
  • 2. O Movimento do Protectorado Português da Lunda Tchokwe, declara perante o Mundo, não ter contacto com a Republica Democrática do Congo, nem possuir representantes naquele país, nem contactos com grupos rebeldes da RDC ou de qualquer parte de Africa ou do Mundo, não existem interesses em diamantes ou alguma coisa obscura por detrás da reivindicação legitima.
 
  • 3. O Movimento do Protectorado Português da Lunda Tchokwe, declara que o seu Líder não esta fugitivo, não foi contacto pelos órgãos do Governo de Angola ou a entidade da PGR, conforme as declarações dos Governantes que a todo custo pretendem inverter a verdade dos factos, de uma simples manifestações pacifica e popular, transformada em um problema militar.
 
  • 4. O Movimento do Protectorado Português da Lunda Tchokwe, face as informações infundadas, é o Escritório de Advogados do Dr. Salvador Freire & Associados, pode ser contactada sobre o paradeiro do Líder do MPPLT.
 
  • 5. O Movimento do Protectorado Português da Lunda Tchokwe, não possui armas, não possui exercito, não é um Auto – Proclamado Movimento, é uma emanação do povo Lunda Tchokwe em defesa dos seus direitos cívicos, políticos e naturais plasmados na CRA, na Carta da ONU, da carta Africana dos direitos do Homem e dos Povos e na Declaração Universal dos Direitos Humanos. Todos os nossos actos são públicos (consultar o blog do MPPLT).
 
  • 6. O Movimento do Protectorado Português da Lunda Tchokwe, estamos comprometidos com Paz e Estabilidade Político Militar que são conquistas inalienáveis que não podem ser subvertidas, estamos aberto a debater publicamente e com transparência o contraditório que se impõe juntos dos órgãos de comunicação social e da sociedade no geral, estamos abertos para dialogar com o governo de Angola enquanto cidadãos organizados, é por isso que existem os Governos.
 
  • 7. O Movimento do Protectorado Português da Lunda Tchokwe, considera, um governo que se furta ao dialogo porque quer perpetuar os conflitos, porque nem uma organização desfaz-se do nada ou pela vontade do governante de dizer que não vou conversar, pelo que, o Movimento do Protectorado Português da Lunda Tchokwe exorta os cidadãos angolanos, o povo Lunda Tchokwe e a Comunidade no geral para não embargarem nas acusações gratuitas do Governo de Angola que há muito que luta para fazer desaparecer o Movimento reivindicativo da Lunda Tchokwe e tirar o crescente protagonismo junto da Comunidade Internacional.
 
  • 8. O Movimento do Protectorado Português da Lunda Tchokwe, denuncia a presença massiva de uma grande componente de forças militares nas localidades de Capenda Camulemba, Cuango, Xá Muteba e a localidade de Cafunfo, e exorta a comunidade nacional e internacional, que o Movimento do PPLT não tem exercito, não tem armas, qualquer incidentes militares com civis vestidos de T-Shirts com dizeres do Movimento do Protectorado Lunda Tchokwe na região nunca e jamais tais actos serão da nossa responsabilidade, como o Governo angolano já esta a forjar esta manobra com a presença de militares e as declarações bombásticas na TPA e TV Zimbo bem como na RNA.
 
Luanda, O4 de Fevereiro de 2021
 
O SECRETARIADO EXECUTIVO NACIONAL DO COMITÉ POLITICO DO MOVIMENTO DO PROTECTORADO PORTUGUES DA LUNDA TCHOKWE

1 COMMENT

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here