COVID-19: Autoridades de saúde advertem para “aumento de casos de COVID-19” em África

0
134
O Chefe do Principal Instituto de Saúde Pública de África exortou hoje as autoridades de todo o continente a intensificarem os testes à covid-19, perante um aumento preocupante de novos casos em alguns países da região.

O continente de 1,3 mil milhões de pessoas assistiu a um aumento de 37% de novos casos na última semana, disse hoje Ahmed Ogwell, diretor interino do Centro Africano de Controlo e Prevenção de Doenças (África CDC), organismo da União Africana.

“Nas últimas quatro semanas houve um aumento de 11% em novos casos”, disse.

“A covid-19 ainda está muito presente aqui e, de facto, quando olhamos para os números, vemos que há alguns Estados que estão realmente a entrar numa nova onda e estamos a monitorizar isso de perto”, referiu.

E adiantou: “Quando tivermos uma análise clara, na próxima semana, poderemos informar se as novas ondas estão a aguentar ou se estas foram rapidamente controladas”.

Ogwell não mencionou que países enfrentam uma nova onda de infeções, mas a África do Sul é um deles. A economia mais avançada de África tem sido a mais afetada pela pandemia e regista a maioria de casos confirmados e de mortes.

A covid-19 infetou 12,1 milhões de pessoas nas 54 nações africanas, representando 2% dos casos a nível mundial e pelo menos 256.000 pessoas morreram, de acordo com os números do África CDC.

As taxas de vacinação em África continuam a ser baixas, em grande parte devido à escassez de abastecimento e também devido à hesitação de algumas pessoas.

Apenas 25% da população africana está totalmente vacinada e menos de 3% recebeu doses de reforço.

“Estamos a ver os números a aumentar”, disse Ogwell, defendendo que as autoridades sanitárias nacionais devem concentrar-se em testar mais pessoas para a covid-19.

“Quando vemos os números a aumentar e os testes relativamente baixos, é uma indicação de que precisamos de ter cuidado em público”, disse, acrescentando: “E também precisamos de nos vacinar para evitar doenças graves e mesmo a morte, quando se é exposto à covid-19. Sabemos o que precisamos de fazer”.

 

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments