Crime Sexual: SINSE faz propostas financeiras e pressiona médicos para acusarem “Adalberto Costa Júnior por violação de menores”

0
187
Os Serviços de Inteligência e Segurança do Estado (SINSE), são acusados de terem pressionado médicos, no sentido de prestarem falsas declarações contra o presidente da UNITA, Adalberto Costa Júnior, no crime de violação de menores.

O Presidente da UNITA, Adalberto Costa Júnior, revelou esta informação, através de uma entrevista à Rádio MFM em Luanda nesta manhã de segunda-feira, 15 de Março, tendo considerado o presidente da República, João Lourenço, pior do que José Eduardo dos Santos.

Em declarações, ACJ disse que, há aproximadamente um mês, certos médicos de um hospital público, foram ao seu encontro, dizendo que estavam a ser pressionados por supostos indivíduos ligados aos órgãos de inteligência para fazerem uma denúncia falsa contra si, acusando-o de violação sexual contra menores.

O líder partidário afirmou igualmente que, os referidos médicos estavam a ser muito pressionados por tais pessoas, até de forma financeira.

Estes profissionais de saúde, neste sentido, teriam o papel de comprovar que, o presidente do maior partido da oposição angolana, Adalberto Costa Júnior, cometeu tal crime.

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here