EUA: Um acidente trágico, a morte dos filhos e o pesadelo das drogas. Os dramas familiares de Joe Biden

0
280

Tinha 29 anos quando ficou viúvo e perdeu uma filha. Décadas depois, Joe Biden viu o seu filho mais velho morrer com um cancro, enquanto o seu outro filho lutava contra as drogas.

Apesar de ter uma carreira política extensa, Joe Biden sempre manteve uma figura discreta e reservada. Na política desde 1970, a vida familiar do advogado foi marcada pela tragédia, com a morte de dois dos seus filhos e a morte da sua primeira mulher, Neilia Hunter, a marcar um percurso atribulado.

Joseph Robinette Biden nasceu em Scranton, na Pensilvânia, a 20 de novembro de 1942. Filho de um vendedor de carros e de uma professora, aos dez anos mudou-se com os pais para New Castle county, no Delaware.

Formou-se em História e Ciência Política pela Universidade do Delaware, em 1965, e mais tarde entrou para a Syracuse University Law School, em Nova Iorque, onde recebeu o diploma em Direito, em 1968. Em 1966, quando ainda estudava Direito, Biden casou-se com Neilia Hunter, uma professora que conheceu em Nassau, nas Bahamas, durante as férias. O casal teve três filhos: Beau, Hunter e Naomi.

Joe Biden com a mulher, Neilia Hunter, e os seus dois filhos Beau e Hunter

Após 1968, Biden regressou ao Delaware, onde exerceu advocacia até 1970, quando ingressou na política. Foi eleito para o Senado dos Estados Unidos em 1972, com apenas 29 anos, tornando-se um dos senadores mais novos na história norte-americana. Mas um trágico acidente traçaria aqui o início de uma vida pontuada por uma série de tristezas a nível pessoal. Seis semanas após ser eleito senador, a sua mulher e a filha mais nova, Naomi, morreram num acidente de carro. Os dois filhos, Beau e Hunter, que também seguiam no carro, ficaram gravemente feridos.

Passadas muitas décadas, Biden recordou o acidente num discurso perante familiares de militares que perderam a vida em combate: “Seis semanas após ser eleito, todo o meu mundo mudou para sempre. Enquanto estava em Washington, recebi um telefonema. A minha mulher e os meus três filhos estavam a fazer compras de Natal, um camião atingiu-os e matou a minha mulher e a minha filha e não havia certezas se os meus filhos sobreviveriam”.

Embora tenha pensado em abandonar a sua carreira política, Biden foi persuadido a ingressar no Senado em 1973 e foi reeleito seis vezes pelo estado do Delaware. Enquanto senador, dedicou-se às relações internacionais, à justiça criminal e a políticas antidroga.

O seu filho mais velho, Beau Biden, que tinha quatro anos quando a sua mãe e a sua irmã morreram, seguiu as pisadas do pai na política e na advocacia. Em 2008, alistou-se no exército e cumpriu serviço militar durante um ano no Iraque, tendo regressado aos Estados Unidos em 2009. Mas a tragédia voltou a bater à porta da família Biden. Em maio de 2010, Beau deu entrada no hospital em Newark, no Delaware, queixando-se com fortes dores de cabeça, dormência e paralisia. Apenas anos mais tarde, em 2013, seria diagnosticado com um tumor no cérebro, do qual acabaria por morrer em 30 de maio de 2015, aos 46 anos.

 

Joe com o seu filho mais velho Beau Biden, durante uma visita a um destacamento militar em Bagdade, no Iraque, em 2009

Hunter Biden é o único filho vivo de Joe Biden com Neilia Hunter. Casou-se com Kathleen Buhle em 1993, com quem teve três filhas. O casal separou-se anos depois e Hunter manteve um caso durante dois anos com a sua cunhada Hallie, viúva de seu irmão Beau, que terá terminado em abril de 2019. Além de um historial amoroso polémico, o filho de Joe Biden passou décadas a lutar contra o vício do álcool e das drogas, chegando a ser dispensado das suas funções na Marinha dos EUA em 2014, após lhe ter sido detetada cocaína em análises ao sangue. O advogado e consultor de investimentos foi ainda alvo de escrutínio este ano, durante a  corrida do pai à cadeira presidencial. Em plena campanha eleitoral, Donald Trump acusou Hunter de estar envolvido num alegado caso de desvio de fundos provenientes da Ucrânia.

Hunter, filho de Joe Biden, passou décadas a lutar contra o vício do álcool e das drogas

Diante de uma vida tumultuosa, Joe Biden encontrou um porto seguro em Jill Jacobs, com quem se casou em 1977. Professora de profissão, Jill não abandonou o seu trabalho numa Universidade da Virgínia, apesar das suas obrigações institucionais quando o seu marido foi vice-presidente durante a administração Obama. O casal tem uma filha, Ashley Biden, e mantém-se junto há mais de quatro décadas.

Joe e Jill Biden estão juntos há mais de quatro décadas

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here