Futebol: Federação Angolana de Futebol “sem dinheiro” para campanha ao Mundial do Qatar, diz vice-presidente

0
330
“Temos a previsão de concentrar a seleção em Portugal”, já que o 1.º jogo será no Egito e os jogadores que o treinador pensa levar jogam na Europa, e “fica mais barato seguirmos depois para o Egito”.

O vice-presidente da Federação Angolana de Futebol José Carlos Miguel disse na quarta-feira, em Luanda, que a federação angolana está sem dinheiro para o estágio em Portugal, visando o duplo compromisso de apuramento ao Mundial do Qatar.

Na corrida ao Campeonato do Mundo, em 2022, a seleção angolana defronta, em 2 de setembro, a congénere do Egito, no Cairo e, uma semana depois, a Líbia, em Luanda, em jogos do grupo F da zona africana.

“Nós temos a previsão de concentrar a seleção em Portugal, no dia 29 de agosto, porque o primeiro jogo será no Egito, e os jogadores que o treinador pensa levar jogam na Europa e, do ponto de vista económico, fica mais barato seguirmos depois para o Egito. Neste momento que vos falo não temos qualquer disponibilidade financeira para fazer face às despesas em Portugal. Temos um hotel garantido e um centro de estágio, onde já fizemos reservas, mas o prazo para o pagamento do hotel termina já amanhã (quinta-feira). Estamos de ‘mãos e pés atados’. Estamos a envidar esforços para ver se conseguimos resolver esta situação por intermédio de algumas empresas”, disse o vice-presidente da Federação Angolana de Futebol.

Os convocados da seleção angolana de futebol, orientada pelo português Pedro Gonçalves, para a dupla empreitada visando o Campeonato do Mundo em 2022, no Qatar, vão ser anunciados no dia 23 de agosto.

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here