Jordânia: Príncipe da Jordânia em prisão domiciliária “promete desobedecer às autoridades”

0
134
Ex-príncipe herdeiro é acusado de ajudar a planear um golpe contra o rei, seu meio-irmão. Hamzah nega acusações e promete não ficar quieto.

O antigo príncipe herdeiro da Jordânia, Hamzah bin Hussein, promete não ficar quieto nem “obedecer” às ordens das autoridades, dois dias depois de ter sido acusado de participar no planeamento de um golpe contra o rei, seu meio-irmão, e ter ficado em prisão domiciliária.

Numa gravação de voz que terá circulado entre a família e os amigos de Hamzah bin Hussein, e que foi entretanto divulgada pela oposição no país e citada pelo The Guardian, o príncipe é claro: “Não posso obedecer quando me dizem que não posso sair, tweetar ou contactar outras pessoas e que só posso ver a minha família”, declara.

A garantia de Hamzah bin Hussein chega depois de, no sábado, ter sido obrigado pelo exército da Jordânia a ficar em prisão domiciliária, acusado de agir para “pôr em causa a estabilidade e segurança do país”. Ao mesmo tempo que os acessos ao palácio onde vive eram bloqueados pelos militares, cerca de vinte pessoas — incluindo outro membro da família real — eram detidas pela mesma alegada conspiração contra o rei Abdullah II.

Segundo as autoridades, o plano estaria já num estado avançado, estando o meio-irmão do rei a ser investigado há “algum tempo”.

O príncipe nega envolvimento num “golpe”, mas faz duras críticas ao regime encabeçado pelo irmão, garantindo que “interesses pessoais, financeiros e corrupção” estão a ser colocados acima das “vidas e da dignidade e do futuro dos 10 milhões de habitantes” da Jordânia.

No sábado, quando informou, num vídeo caseiro cedido à BBC, que estava preso em casa, Hamzah bin Hussein explicava que tal tinha acontecido por ter havido “críticas ao Governo ou ao rei” em “reuniões” em que esteve presente ou nas redes sociais. E defendia-se: “Não sou responsável pela falta de fé das pessoas nas suas instituições. Chegou a um ponto em que ninguém é capaz de falar ou expressar opinião sobre nada sem ser intimidado, preso, assediado e ameaçado”.

Hamzah bin Hussein chegou a ser nomeado príncipe herdeiro pelo pai, o rei Hussein, que entretanto o transferiu para o seu meu irmão, o atual rei Abdullah II. Depois, quando Abdullah II subiu ao trono, em 1999, designou Hamzah como seu herdeiro, apenas para lhe retirar o título, em 2004. Em 2009, o atual rei acabou por atribuir esse título ao seu filho mais velho, Hussein.

Mariana Lima Cunha

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here