Trabalhadores da Rádio Despertar da UNITA manifestam-se por falta de pagamento de salários

0
267

Funcionários dizem que houve desvio de fundos e direcção promete resolver problema salarial

Os trabalhadores da Rádio Despertar (RD) exigem a demissão da direcção da emissora afecta à UNITA.

Os jornalistas manifestaram-se nesta quinta-feira, 29, contra os três meses sem salários e denunciam má gestão por parte da actual direcção da rádio.

“Nós exigimos que haja mudança na direcção da Rádio Despertar”, disse João Walter, primeiro secretário do Núcleo Sindical da Rádio Despertar, para que a actual direcção tornou-se “bastante insensível aos problemas dos trabalhadores”.

Ele disse ainda que “tem havido desvios de fundos, por isso decidimos marchar para poder falar com o donos da rádio, essa rádio que pertence ao partido do ´galo Negro´”.

João Walter, que não deu detalhes sobre os desvios de fundos, diz já ter feito vários contactos mas não foi atendido.

“Conversamos com director que, de forma arrogante, disse que a rádio não tinha condições para pagar os três meses, nós estamos a passar por dificuldades, temos rendas para pagar e dividas”, lembrou.

Por seu lado, Emanuel Malaquias, director da Rádio Despertar, disse não ver razão para protestos, uma vez que a resolução está para prevê.

“O salário relativo ao mês de setembro vamos pagar na primeira quinzena de novembro, e tendo em conta a situação financeira que o pais atravessa temos que ser sensíveis no sentido de não prejudicarmos a gestão da Rádio Despertar”, sustentou.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here