Transportadora Aérea de Angola (TAAG) aprova na “auditoria externa” sobre segurança operacional

1
197
A Transportadora Aérea de Angola (TAAG) foi aprovada na auditoria externa de avaliação do estado da segurança operacional e operações de voo da companhia, promovida pela Associação Internacional de Transportes Aéreos (IATA), anunciou hoje a administração da empresa.

A companhia estatal angolana disse, em comunicado, que recebeu o relatório final da auditoria externa IOSA (IATA Operational Safety Audit) que sinaliza o êxito da companhia de bandeira nacional.

“Este é um requisito necessário para a renovação do Certificado de Registo como Operador Seguro, de acordo com as provisões do Manual do Programa de Segurança IOSA”, lê-se na nota.

Segundo a TAAG, a auditoria foi realizada em maio e incidiu sobre as áreas de organização e controlo do sistema de qualidade, segurança operacional, operações de voo, despacho operacional, manutenção e engenharia e tripulação e cabine.

A auditoria incidiu também sobre as operações de terra, operações de carga e segurança contra atos de interferência ilícita.

Para a operadora angolana, o resultado da auditoria “demonstra o alinhamento da companhia com as melhores práticas da indústria aeronáutica internacional” e assegura que paralelamente a direção de qualidade da empresa “tem efetuado auditorias internas de forma regular”.

A auditoria IOSA, salienta e TAAG, é o modelo de avaliação de conformidade exaustivo, que reflete as mais recentes revisões regulatórias e melhores práticas da aviação, tendo processos, metodologias e ‘checklist’ devidamente estruturados e uma equipa de auditores altamente especializados.

O presidente-executivo da TAAG, Eduardo Fairen, citado no comunicado, afirma que a “melhoria contínua da segurança operacional” dos “serviços e processos de gestão é um compromisso inalienável” da transportadora.

 

 

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
trackback

[…] Transportadora Aérea de Angola (TAAG) aprova na “auditoria externa” sobre segurança… […]