África do Sul: Comissão que investiga “Jacob Zuma vai pedir prisão do antigo Presidente sul-africano”

0
162
Jacob Zuma desafiou uma ordem do Tribunal Constitucional e não compareceu a uma convocatória

O vice-presidente do Tribunal Superior da África do Sul que lidera a comissão que investiga acusações de corrupção durante a gestão do antigo Presidente Jacob Zuma revelou que vai pedir ao Tribunal Constitucional (TS) uma ordem de prisão contra do antigo Chefe de Estado que voltou a não comparecer hoja a uma convocatória da comissão.

Raymond Zondo, que dirige o inquérito, disse não havar “nenhuma razão válida ou sólida” para que Zuma não comparecesse à comissão nesta segunda-feira, 15.

“A comissão fará um pedido ao Tribunal Constitucional, que é o tribunal que fez a ordem que Zuma desafiou, e vai tentar uma ordem para ele seja culpado de desacato ao tribunal”, reiterou Zondo.

Um dos advogados de Zuma, Eric Mabuza, não quis comentar a decisão do juiz.

Como tinha prometido o antigo Presdidente não compareceu à audiência, mesmo depois de, em Janeiro, o juiz Raymond Zondo ter recusou o direito de Zuma de se manter calado e determinou que teria de comparecer à justiça.

Em reacção, na altura, Zuma afirmou que preferia ir para a cadeia do que comparecer ao tribunal e justificou que a decisão de Zondo era ilegal e que ele estava a ser tratado de forma parcial pela justiça.

A resistência de Zuma surge um dia depois de o Congresso Nacional Africano, no poder, ter reiterado a necessidade de todos os seus membros cooperarem com a comissão.

Jacob Zuma é acusado de corrupção em vários casos durante a sua gestão de 2009 a 2018, quando foi afastado pelo seu próprio partido, o Congresso Nacional Africa.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here