África do Sul: Secreta angolana orienta “detenção do activista” Luther King por considerá-lo extremista

1
224
Está detido desde a passada quinta-feira, 16, o activista político angolano e militante do partido UNITA, Luther Silva Campos, mais conhecido por Luther King, por segundo fontes próximas ao Serviço de Inteligência e Segurança de Estado (SINSE), estar envolvido em mobilização de jovens para criação de grupo extremista em Angola.

A nossa fonte conta que este grupo vem crescendo e que tem sido acompanhado a mais de seis meses. Em Angola além de Luther King, estão também sob vigilância das autoridades jovens como Jorge Capitão, Alfa Cuabo, Tanaice Neutro e Osvaldo Cahalo este último tido como um dos instrutores na mobilização de jovens para criação de uma cultura radical no país.

Entretanto, Luther King, “tido inicialmente como tendo sido raptado por elementos do SIC, encontra-se nas Celas do SIC-Luanda pelo facto da direcção SIC-Geral, não possuir nas suas instalações condições para manter os detidos”.

Fontes familiares contaram á nossa redação que, já terem sido convidados pelo SIC-Geral e apontaram como causa da detenção de King, a suposta profanação ao mastro de António Agostinho Neto, aquando da manifestação no mês de Dezembro de 2020, quando jovens protestaram contra o desemprego em Angola.

As autoridades ainda não reagiram as acusações de rapto de Luther King.

 

1 COMMENT

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here