África: Primeiro-ministro da Costa do Marfim “morre na Alemanha”

0
201
Hamed Bakayoko já tinha estado internado em França. O primeiro-ministro da Costa do Marfim morreu na Alemanha, vítima de um cancro.
Hamed Bakayoko, primeiro-ministro da Costa do Marfim, morreu na Alemanha, aos 56 anos de idade, devido a um cancro, anunciou a Presidência costa-marfinense.
 
A morte do chefe do Governo, que era também ministro da Defesa, foi confirmada pelo próprio presidente costa-marfinense, Alassane Ouattara, que em comunicado homenageou o “filho e colaborador próximo, roubado cedo de mais ao nosso afeto“.
 
Bakayoko foi transferido para um hospital na Alemanha no fim-de-semana passado, depois de ter estado internado em França. Na segunda-feira, havia sido substituído na chefia do Governo por Patrick Achi, secretário-geral da Presidência. Interinamente, foi também nomeado como ministro da Defesa Téné Birahima Ouattara, ministro dos assuntos presidenciais e irmão do presidente Alassane Ouattara.
 
Bakayoko tornou-se primeiro-ministro em julho de 2020, na sequência da morte do seu antecessor, Amadou Gon Coulibaly, devido a problemas cardíacos.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here