Angola: Banco de Fomento (BFA) disponibiliza mais de “450.000 euros” para projetos de apoio a crianças

0
382
O Banco de Fomento Angola (BFA) anunciou hoje que vai investir, este ano, 280,5 milhões de kwanzas (454.400 euros) para apoiar atividades e projetos de 12 organizações não-governamentais (ONG) angolanas que promovem o bem-estar de crianças.

Numa nota de imprensa, a instituição bancária realça que o valor disponibilizado faz parte da quarta edição do Programa BFA Solidário, no âmbito da sua ação de responsabilidade social.

O programa consiste na realização de um concurso, cujos vencedores têm direito a um prémio monetário, que é utilizado para apoiar as organizações na implementação de projetos estratégicos para o desenvolvimento das suas atividades.

Para o efeito, as organizações devem concorrer com projetos nas categorias de educação, de saúde e de inclusão social e financeira.

“De acordo com o regulamento do Programa BFA Solidário, as ONG elegíveis deverão submeter as suas candidaturas, sem qualquer custo, através do site público do Banco www.bfa.ao ou mediante entrega de processo físico nos balcões do BFA definidos para o efeito de 17 de janeiro a 28 de fevereiro de 2022”, salienta o documento.

Para o presidente da comissão executiva do BFA, Luís Roberto Gonçalves, citado no comunicado, “é muito importante que as crianças angolanas tenham uma infância feliz, inserida de forma positiva e construtiva na sua comunidade e no mundo”.

O Programa BFA Solidário foi lançado em dezembro de 2018 com o objetivo de ajudar na mitigação dos problemas de muitas crianças em situação mais vulnerável, permitindo uma maior estabilidade ao nível das suas famílias, bem como das comunidades em geral.

Em abril de 2005, o conselho de administração do BFA decidiu criar um Fundo Social para apoiar iniciativas concretas nos domínios da saúde, educação e solidariedade social, que foi financiado inicialmente com 5% dos resultados líquidos obtidos nos exercícios de 2004 a 2008, tendo atingido uma dotação máxima no valor de 25,86 milhões de dólares (22,6 milhões de euros).

Desde 2005, “o banco respondeu a pedidos de apoio, enquadrando-os nos setores de solidariedade social, saúde e educação, adotando uma estratégia de filantropia tradicional, com recurso a parceiros estratégicos, nomeadamente agências das Nações Unidas, da cooperação norte-americana ou a igreja Católica”.

Entre 2017 e 2018, o fundo foi dotado com um valor adicional de 30 milhões de dólares (26,2 milhões de euros), o que perfaz um total de 55 milhões de dólares (48,1 milhões de euros).

O Fundo Social do BFA apoiou, entre 2005 e 2021, mais de 285 projetos, com um investimento superior a 20 milhões de dólares (17,5 milhões de euros).

 

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments