Angola: CASA-CE quer “parlamento a discutir assassinatos policial contra população na Lunda-Norte”

1
284
O Colégio Presidencial da Convergência Ampla de Salvação de Angola-Coligação Eleitoral (CASA-CE) vem, por esta via, tornar público à comunidade nacional e internacional, que tomou conhecimento com incontida preocupação, através das redes sociais, de várias denúncias de buscas e assassinatos de vários cidadãos activistas, na Lunda Norte, ocorrido neste sábado, 30 de Janeiro de 2021, quando, alegadamente, se prestavam para se manifestar, contra as vicissitudes sociais por que passam os cidadãos naquela parcela do território nacional.

Face à gravidade das denúncias, suportadas por conteúdos audiovisuais, que reportam episódios de autêntica selvageria à moda primitiva, a todos títulos condenáveis, onde cidadãos gravemente feridos, carentes de assistência médica, sob custódia de agentes da Polícia Nacional e das FAA, são expostos à deplorável humilhação, como troféus de caça, aliado ao facto de haver total contradição entre as alegações apresentadas pela Polícia Local, em comunicado emitido hoje, sábado, 30, e as teses que sustentam as denúncias feitas por populares.

O Colégio Presidencial da CASA-CE comprometido com a protecção das liberdades fundamentais e direitos da pessoa humana, com superior relevância à vida humana, bem supremo e inviolável, insta às autoridades angolanas a instaurar o competente inquérito, no sentido de apurar e esclarecer a verdade factível à volta das denúncias, e, caso se confirme, responsabilizar civil e criminalmente os seus verdadeiros autores.

O Colégio Presidencial da CASA-CE, na vanguarda e na defesa do Estado democrático de direito e face às graves denúncias vindas da província da Lunda Norte, aproveita o momento, para apelar ao Poder Legislativo, no sentido de agendar com carácter de urgência, o debate Parlamentar sobre o exercício dos direitos de cidadania em Angola, proposto pelo Grupo Parlamentar da CASA-CE, em Novembro de 2020.

O Colégio Presidencial da CASA-CE encoraja os angolanos, em particular o povo Lunda, a manter a serenidade e a continuar a denunciar de forma implacável, todo e quaisquer actos que atentem contra os valores inalienáveis, sobre os quais se fundam a República de Angola, enquanto Estado democrático e de direito.

“POR UMA ANGOLA PRÓSPERA, DEMOCRÁTICA E DE DIREITO PARA TODOS, CASA-CE RUMO AOS NOVOS DESAFIOS.” O COLÉGIO PRESIDENCIAL DA CASA-CE, EM LUANDA, AOS 30 DE JANEIRO DE 2021.

1 COMMENT

  1. Hey man, was just looking through the net looking for some info and came across your post. I am impressed by the info that you have on this blogsite. It shows how well you understand this topic. bookmarked this page, will come back for more. You, my friend, ROCK!!!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here