Angola: Jovem é detido ao depositar 2 milhões de kz da empresa na conta da namorada e simular assalto

0
536
O Serviço de Investigação Criminal de Luanda, deteve, nesta segunda-feira, dia 28, um cidadão identificado por COJP, solteiro de 28 anos de idade, do departamento de Relações Públicas de uma empresa, por este ter simulado que foi alvo de um roubo qualificado de 2.000.000.00. de kwanzas que deviam ser depositados na conta da Empresa. 

Segundo as declarações em uma nota do SIC, por via disso, o cidadão apresentou uma queixa crime, na Esquadra do Morro Bento.

Os dados avançam que, por volta das 15 horas, o cidadão em causa dirigiu-se ao Piquete do 23° posto policial do Morro Bento, participando que por volta das 13 horas, quando se fazia transportar de uma motorizada da marca Agir H, cor preta sem matrícula, com o objectivo em direcção a uma dependência do banco BCI, sito no Shopping, terá sido alvo de um crime de Roubo Qualificado, de dois milhões de Kwanzas (2.000.000.00), da referida empresa e um telemóvel de marca Welwitchia.

Segundo o mesmo, tudo terá sucedido junto ao Condomínio Mangueirinha, onde alegou ter sido abordado por três elementos que circulavam abordo de uma viatura de marca Hyundai, modelo i10, cor preta, dos quais um, munido de uma arma de fogo do tipo AKM, e que sob ameaças de morte apossararam-se dos valores, da motorizada e do telemóvel.

“Porém, os oficiais não convencidos com as alegações, após ser
solicitado a descrever o percurso da rota em que terá usado assim como reconstituir a cena do crime no local em causa e das entrevistas efectuadas pelos investigadores nos arredores, consubstanciada no interrogatório preliminar ao suposto lesado, este confessou a simulação do suposto roubo dos valores”, afirmao SIC.

Nestes termos, o cidadão, funcionário de uma empresa, com destaquue no departamento de Relações públicas, confirmou ter feito o levantamento dos Kz- 2.000.000.00 e depositado na conta bancária, titulada por uma cidadã, namorada do simulador, cujas identidades repousam sob anonimato.

Salienta-se que, face ao exposto, o SIC procedeu a detenção do acusado, e a apreensão do valor em causa que se encontra domiciliado na conta bancária da cidadã acima referenciada.

Enquanto isso, informa que, diligências estão em curso para apurar mais elementos que permitam esclarecimento deste crime.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here