Angola: Multicaixa Express movimentou mais de 1,5 biliões de kwanzas em 2020

0
315

O Multicaixa Express foi o instrumento de pagamento que mais cresceu, em Angola, em termos de movimento de valores e número de operações efectuadas na rede Multicaixa, no período entre Janeiro e Setembro de 2020.

Segundo à Revista Economia & Mercado, que cita dados da Empresa Interbancária de Serviços (EMIS, SA), o Multicaixa Express registou um movimento de valores na ordem dos 1,5 biliões de kwanzas, no período em referência, o que correspondeu a um crescimento de 999,9%, em relação aos registos verificados, no período homólogo, de 2019.

Do mesmo modo, adianta a fonte, este instrumento de pagamento destacou-se no número de operações efectuadas, contabilizadas em mais de 105,3 milhões de operações, o que se traduziu num crescimento igualmente de 999,9%.

Apesar destes registos, escreve a Economia &  Mercado, o canal Multicaixa Express acumulou menos valores em relação aos demais instrumentos de pagamentos, no período em referência, sendo que somente os Caixas Automáticos (CA), acumularam valores acima dos 4,2 biliões de kwanzas, enquanto ao nível dos Terminais de Pagamento Automático (TPA), foram registados movimentos de dinheiros na ordem dos 2,2 biliões de kwanzas.

Mas qualquer um destes canais tradicionais de pagamento não foi capaz de superar os quase 1000% de crescimento verificados ao nível do Multicaixa Express, já que ao nível dos Caixas Automáticos esta taxa foi somente de 14,2% no valor movimento e de 1,2% no número de operações efectuadas. Já ao nível do TPA registaram-se crescimentos de 30,2% (valor movimentado) e de 14,8%, no número de operações.

O Multicaixa Express é o mais novo canal interbancário de pagamentos disponibilizado pela EMIS, mediante associação de vários cartões multicaixa ao número de telemóvel do cliente. Trata-se de uma iniciativa dos bancos angolanos, lançada em Abril de 2019, para valorizar, impulsionar a bancarização e massificar os pagamentos electrónicos.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here