Deputado David Mendes anuncia saída da bancada parlamentar da UNITA

0
458

O Deputado independente pela UNITA, à Assembleia Nacional, David Mendes, vai alegadamente abandonar a bancada parlamentar do referido partido, por suposta falta de condições, segundo  informou o mesmo, este domingo.

David Mendes, anunciou o abandono do grupo parlamentar da UNITA, por falta de solidariedade da Direcção do partido, mediante ameaças de morte de que terá sido alvo, o também advogado que garantiu formalizar a sua saída na próxima terça-feira.

“Eu vou abandonar o Grupo Parlamentar da UNITA. Não há condições morais para continuar. Terça-feira vou formalizar a minha saída”, garantiu o deputado durante o espaço de análise da TV Zimbo.

O deputado independente, a 30 de Outubro último, esperava por pronunciamento da UNITA, sobre ameaças de morte, dirigidas à sua pessoa e que são atribuídas a jovens supostamente ligados à formação política liderada por Adalberto Costa Júnior.

A exigência do também jurista surgiu na sequência da divulgação de um vídeo, de quase três minutos, no blogue “UNITA-Bruxelas”, em que jovens gritavam “David Mendes traiu a Pátria! David Mendes, vamos encontrar-te e queimar-te porque já não nos representas!”, em reacção a um comentário do deputado, no último domingo, na TV Zimbo, sobre a participação do partido numa tentativa de manifestação, na véspera.

Os jovens que proferiam as ameaças estavam defronte às instalações do Tribunal Provincial de Luanda (Palácio Dona Ana Joaquina), onde decorria o julgamento de uma centena de jovens acusados de arruaça, na referida tentativa de manifestação.

No mesmo habitual espaço “Revista da Semana”, da TV Zimbo, o deputado considerou que a participação da UNITA na tentativa de manifestação “foi um erro estratégico”, depois negado que a contestação à sua pessoa também tenha a ver com o facto de, durante a campanha para a eleição do novo presidente da UNITA, apoiado um candidato que não é Adalberto Júnior.

“Não tem nada a ver com isso”, garantiu. “Aguardo, com serenidade, o pronunciamento da direcção da UNITA ao vídeo produzido pela UNITA-Bruxelas, com ameaças de morte à minha pessoa”, afirmou, acrescentando que dependendo do que a direcção da UNITA disser, este faria um pronunciamento público.

Sublinhou que a sua vida “não tem preço e nem a sua família está disposta a perder alguém por um partido que acha que quem tem opinião diferente deve ser eliminado fisicamente”.

Segundo David Mendes, alguns membros e deputados da UNITA manifestaram a sua solidariedade, em particular o ex-presidente deste partido, Isaías Samakuva, mas faltou a acção solidária e oficializada pela direcção do segundo maior partido do país.

“Por uma questão de respeito ao antigo presidente da UNITA, Isaías Samakuva, por ser a pessoa que me convidou para integrar este partido, hoje fui ao encontro dele para comunicar a minha saída deste grupo parlamentar”, disse.

David Mendes, advogado de profissão, é presidente do Partido Popular (PP) e concorreu como independente, pela UNITA, nas Eleições Gerais de 2017.

David Mendes é fundador da “Associação Mão Livres”, esclareceu, ainda, no Facebook, que quando foi convidado para comentar, no espaço “Revista da Semana”, da TV Zimbo, aceitou sem qualquer contrapartida material ou financeira, mas pretendia manter a sua independência e liberdade de expressão. “O dia em que a TV Zimbo achar oportuna a minha substituição, assim será e vou agradecer por mais uma oportunidade que tive na vida”, garantiu.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments