Gana: O triste fim de Asamoah, o homem que chegou a ganhar mais dinheiro que Bale e Neymar

0
430

Aos 34 anos, Asamoah Gyan teve que voltar ao seu país para jogar no modesto Legon Cities FC. O jogador enfrenta alguns problemas financeiros.

Segundo a imprensa desportiva internacional, em 2018 os problemas financeiros do atacante ganês Asamoah Gyan vieram a tona. O jogador, que marcou mais de 240 golos na sua carreira, estava à beira da falência por não ter administrado bem a sua fortuna. 

Ele foi uma das estrelas do campeonato do mundo de 2010 com Gana, jogou em clubes como Udinese, Rennes, Sunderland ou Shanghai SIPG, chegando a ganhar 17 milhões de euros por temporada na equipa chinesa,  mais do que estrelas como Bale ou Neymar, mas quase perdeu tudo. 

Talvez por isso, quando ainda tinha idade para jogar em alto nível, começou a perambular por clubes que pagavam mais pelo seu passado de glórias do que pelo seu rendimento. 

Nas últimas temporadas passou por Dubai (Al Ahli), Turquia (Kayserispor) e India (North East United). Agora, volta ao seu país para encerrar a sua carreira no Legon Cities FC de Accra.

No Gana garantem que ele assinou por uma temporada. Um final bem estranho para aquele que é o maior goleador africano numa Copa do Mundo com seis golos marcados. 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here