MOXICO FORA DA DINÂMICA POLÍTICO-ADMINISTRATIVA DE JOÃO LOURENÇO

0
268
MOXICO FORA DA DINÂMICA POLÍTICO-ADMINISTRATIVA DE JOÃO LOURENÇO
 
 
Memórias 2019
 
O MPLA abraçou um desafio enquadrado no slogan ” melhorar o que está bem e corrigir o que está mal”. Entretanto, entendemos nós que quando o Presidente apregou várias vezes nos seus discursos o slogan supra não foi direcionado à províncias específicas, beneficiando alguns em detrimento de outros.
 
A mudança de paradígma governativo que se impõe é de natureza colectiva, sem assimetrias regionais desejando o crescimento sócio-económico das populações: ( sáude, educação, empregos, etc.), como prioridades na governação do Presidente e do MPLA; a bem de todos os angolanos.
 
É neste diapasão que, tenciono direcionar as minhas dissecações de pendor sócio-filosóficas .
 
Entretanto, se fizermos recurso ao “Manifesto Eleitoral” do MPLA, distribuído ao longo das suas evangelizações (convertendo incautos ) , na sua pág.2 : Perceberemos o quão sério é o programa ora fabricado pelo governo que nos dirige; vou sublinhar alguns dos objectivos ora determinados pelo MPLA em 2017, aquando do seu evangelho:
  • Promover o desenvolvimento sustentável e diversificando, com inclusão económica e social e redução das desigualdades;
  • Consolidar a paz, reforçar a democracia, a cidadania e a sociedade civil;
  • Promover o desenvolvimento humano e o bem-estar dos angolanos com a inclusão económica e social;
  • Garantir a reforma do Estado, a boa governação e o combate à corrupção;
  • Assegurar o desenvolvimento harmonioso do território , com descentralização e municipalização. In, manifesto eleitoral,pág. 2, 2017-2022.
 
Ora, é inconcebível a maneira como a província do MOXICO é governada: sem seguir a nova dinámica imposta pelo Pr. JLO, escusando de princípios tais como : transparência , democracia e inclusão da sociedade civil à contribuição das políticas públicas.
 
Destarte, olhando para o quadro político administrativo na província, devo dizer que o sinal é vermelho ameaçando o crescimento económico e social, pois os indicativos são débeis, imprimindo uma dinámica de governação fechada, monopolizada e longe da população.
 
Portanto, é preciso que o actual Gov. da província do Moxico imprima uma nova dinâmica de actuação , governação para fazer face aos desafios que se impõem melhorando as condições de vida da população , fazendo jus ao Slogan supra e por sinal piloto do partido que governa devem ser mais transparentes, inclusivos , despartidarizados nas suas fabricações de políticas públicas incluíndo a sociedade civil a contribuir com suas ideias para o desenvolvimento da província.
 
Os cidadãos (moxicanos) pretendem sentir-se partícipes dos variegados projectos sociais ora pretendidos pois, quando isso não acontece, quando não existe diálogo entre a sociedade civil e o Gov. certamente que haverá mares de descontentamentos e protestos; pois que, muitos destes projectos sao altamente supérfluos , longe das expectativas da população daí que, urge a necessidade de a província em epígrafe imprimir uma nova dinámica de governação mais inclusiva e despartidarizada.
 
Até agora, nao entendemos por que razão a governação actual não faz valer os grandes objectivos ora fabricados pela elite do MPLA ( Bureau político) , está sendo muito agastante_ até agora o povo não entende quais são as estratégias ora traçadas para garantir o bem estar do povo em 2019.
 
Portanto, se pretendemos desenvolver a província fazendo jus ao slogan “Melhorar o que está bem e corrigir o que está mal” é preciso que se imponha maior rigor nas instituições públicas (ADMs, Finanças, escolas públicas…); ora, é preciso também que se priorize os sectores da indústria , energia , água, educação, saúde…, criando políticas de fiscalização regular aos servidores públicos atentendo os sectores supra certamente que daremos imputs as entidades empregadoras ( falo propriamente da electrificação cabal da província), isso poderá atrair de que maneira o sector privado a investir na província criando mais oportunidades de empregos à juventude .
 
A outra área que encontra-se débil e que precisa de certa maneira uma rápida intervenção tem que ver com o sector turístico a província do MOXICO tem vários encantos naturais que de facto podem ser aproveitados( apetrechando-os) para atrair mais turistas e arrecadar mais receitas isto é, dentro e fora da cidade do Luena. Fazendo isso, estaremos em altura de dizer: sim , estão a trabalhar fora disso , será agastante e revoltoso para os cidadãos .
 
Outra área que , também urge uma rápida intervenção é o sector da saúde é necessário que se crie políticas de capacitação aos agentes da saúde pois que , muitos carecem de uma deontologia profissional e de ética em suma é imperioso que se façam reformas prementes para que se tenha um quadro clínico salutar garantindo a estabilidade psico-físico das populações e evitando a saída de habitantes para se tratarem fora da província, pois que isso descredibiliza o sector.
 
Outro facto, ainda no mesmo diapasao de pensamento, tem que ver com a disposição de meios técnicos e medicamentosos a província precisa incrementar um plano de fiscalização séria dos funcionários da saúde no sentido de se evitar desvios de meios e medicamentos que serviriam para o povo, levando em seus estabelecimentos privados ( farmácias, clínicas…) responsabilizando civil e criminalmente todo aquele servidor público que for encontrado em flagrante .
 
O GOV. DO MOXICO PRECISA TRABALHAR COM A SOCIEDADE CIVIL.
 
 
Hélder Mwana Afrika

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here