ORLANDO KAVULA, ACTIVISTA DO PROTECTORADO PORTUGUES SOB FORTE TORTURA

0
118
DENÚNCA: ORLANDO KAVULA, ACTIVISTA DO PROTECTORADO PORTUGUES SOB FORTE TORTURA NO COMANDO DA POLICIA DE CAPENDA CAMULEMBACAPENDA CAMULEMBA 22/01
 
O Secretario Regional de Capenda Camulemba do Movimento do Protectorado Português da Lunda Tchokwe, Activista Orlando Kavula foi detido esta manha em sua Casa, aonde a Policia levou consigo documentos, Bandeira e carimbos do Movimento.
 
No momento da detenção do Activista Orlando Kavula, a policia disse que estava a cumprir Ordens Superiores vinda de Luanda do Presidente João Manuel Gonçalves Lourenço e na sequência da manifestação anunciada para o dia 30 de Janeiro. Inícios da semana passada, o Comando Municipal de Capenda Camulemba, igual a todas Administrações receberam cartas de anúncio da manifestação, cumprindo com os pressupostos do artigo 47º da constituição de Angola.
 
Uma denúncia de uma fonte do Comando da Policia de Capenda Camulemba, que pediu anonimato, denuncia a fortes torturas que esta sendo infringida ao Activista Orlando Kavula já teve dois desmaios, mesmo assim a Policia continua a bater.
 
A fonte disse que, o cidadão pode morrer na cadeia por causa da brutalidade dos fortes espancamentos que esta a sofrer desde que foi levado a Unidade da Policia de Capenda.
 
A mesma fonte que temos citado, diz que a Policia de Capenda tem plano de fazer caça homem, rusgas e detenções sobretudo na calada da noite, finalidade prender todos os membros do Secretariado Regional de Capenda Camulemba do Movimento do Protectorado Português da Lunda Tchokwe.
 
O Movimento do Protectorado Português da Lunda Tchokwe, existe há mais de 15 anos, desde o ano 2006, mais de 300 Activistas e membros já passaram nas Cadeias do Regime do MPLA e nas mesmas unidades policiais, outros estiveram condenados.
 
Com esta detenção do Activista Orlando Kavula, o número aumenta para 4 membros presos, dos quais 3 já se encontra na penitenciária da Kakanda no Dundo sem crime, porque reivindicar um direito não pode constituir um crime.
 
O maior numero de detenções de Activista do Movimento do Protectorado Português da Lunda Tchokwe tem sido a Lunda – Norte, e na Governação do Sr Ernesto Muangala, foi no seu consulado que Bonifácio Xamumbala,idoso de mais de 60 anos de idade morreu na cadeia do Konduege e foi enterrado sem a presença da sua família, sem crime e nunca julgado ou condenado.
 
No mesmo consulado de ERNESTO MUANGALA, na Lunda – Norte, o Activista e membro do (MPPLT) Sr André Zende, Secretario da Cultura ficou sem CASA em Cafunfo porque a Policia destruiu a mesma há 4 anos, e ainda preso durante cerca de 8 meses na penitenciária da Kakanda. Vários feridos em todas as manifestações que foram feitos na Lunda – Norte, porque a policia dispara contra indefesos do povo manifestante, sob olhar silencioso da Comunidade Internacional e de PORTUGAL nosso protector.
 
As Organizações de Defesa dos Direitos Humanos, e outras entidades como AMNISTIA INTERNACIONA, A HRW, FRONTLINE DEFENDERS entras ONGs aqui esta mais uma violação aos direitos humanos do povo Lunda Tchokwe…

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here