COVID-19: EUA atinge mais um recorde de um único dia para infecções e hospitalizações

0
237

Mais de 170.000 novas infecções foram reportadas nos Estados Unidos na sexta-feira, de acordo com o COVID Tracking Project e o Centro de Recursos para o Coronavírus da Universidade Johns Hopkins, um aumento de cerca de 20.000 em relação ao dia anterior, já que os Estados reportaram um recorde de 1,7 milhão de testes.

Cerca de 10,74 milhões de pessoas nos Estados Unidos contraíram o coronavírus, mais do que qualquer outro país. Os EUA também lideram o mundo em mortes por Covid-19, atingindo mais de 244.357 no início da manhã de sábado e 1.300 nas últimas 24 horas.

Os números do Projeto de Rastreamento COVID indicam que mais de 69.000 pessoas foram hospitalizadas com Covid-19, um aumento de cerca de 2.000 em relação ao dia anterior.

A taxa de infecção recorde nos Estados Unidos é alimentada por surtos na Califórnia e em vários Estados do meio-oeste e nordeste.

O Estado mais populoso do país, Califórnia, na Costa Oeste, ultrapassou a marca de 1 milhão de casos COVID-19, assim como o Texas no sul.

Aumentos acentuados nas infecções também foram relatados em Illinois, Wisconsin, Michigan e Minnesota.

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, saudou o progresso em direção a uma vacina eficaz contra o coronavírus na sexta-feira, no seu primeiro discurso público seis dias após a projeção da media da vitória do ex-vice-presidente Joe Biden na eleição de 3 de novembro.

Polónia também atinge recordes, Índia e Brasil seguem os EUA

Na Europa, enquanto o continente enfrenta outro surto de casos de coronavírus e vários países impõem restrições mais rígidas à Covid-19, a Polónia reportou no sábado um novo recorde diário de cerca de 550 mortes relacionadas ao coronavírus, elevando o total do país para mais de 10.000. A Ucrânia confirmou um recorde de 12.524 novos casos nas 24 horas anteriores, ante 11.787 registados na sexta-feira.

O México aproxima-se da marca de 1 milhão de infecções, de acordo com dados do JHU.

A Itália foi o décimo país a ultrapassar a marca de 1 milhão de infecções nesta semana.

Índia e Brasil seguem os EUA, com mais de 8,7 milhões e 5,8 milhões de casos, respectivamente. A França está perto de 2 milhões de casos, seguida pela Rússia com 1,88 milhão. Acima da marca de 1 milhão estão Espanha, Grã-Bretanha, Argentina e Colômbia.

Na madrugada de sábado, o número de casos globais de Covid-19 era superior a 53.420.000, com mais de 1.303.400 mortes.

Na sexta-feira, a empresa americana Microsoft disse que hackers russos e norte-coreanos com apoio estatal tentaram nos últimos meses roubar dados de empresas farmacêuticas e pesquisadores da Covid-19.

A gigante da tecnologia disse que a maioria dos ataques cibernéticos não teve sucesso, mas não revelou detalhes sobre aqueles que tiveram sucesso. A Microsoft disse que a maioria dos alvos estavam no Canadá, França, Índia, Coreia do Sul e Estados Unidos.

Texto da VOA

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here