“Inflação em Angola desce em abril em termos homólogos, mas acelera na variação mensal” — Instituto Nacional de Estatística (INE)

A Inflação em Angola voltou a descer em abril em termos homólogos, para 10,59%, mas registou uma variação mensal de 0,92%, a mais elevada dos últimos doze meses, segundo dados do Instituto Nacional de Estatísticas (INE).

O Índice de Preços no Consumidor Nacional (IPCN) registou uma variação de 0,92% entre março e abril de 2023, sendo necessário recuar a maio de 2022 para encontrar uma variação mais acentuada (0,93%)

Quanto às classes de consumo, a Saúde foi a teve o maior aumento de preços (1,91%), destacando-se também os aumentos dos preços verificados nas classes Vestuário e Calçado”(1,55%), Bens e serviços diversos (1,45%) e Hotéis, Cafés e Restaurantes com (1,22%).

A classe Alimentação e bebidas não alcoólicas foi a que mais contribuiu para o aumento do nível geral de preços com 0,53 pontos percentuais durante o mês de abril, seguindo-se as classes Bens e serviços diversos, com 0,10 pontos percentuais, Saúde, com 0,07 pontos percentuais e Vestuário e calçado com 0,06 pontos percentuais, enquanto as restantes classes tiveram contribuições inferiores a 0,06 pontos.

A variação homóloga situou-se em 10,59%, um decréscimo de 15,20 pontos percentuais face à observada no mesmo período do ano anterior.

Comparando a variação homóloga atual com a registada no mês anterior verificou-se uma desaceleração de 0,22 pontos percentuais, enquanto em termos mensais se notou uma aceleração de 0,02 pontos.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
3 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
trackback

[…] estudo do Instituto Nacional de Estatística (INE) de Angola, em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e a Organização […]

trackback

[…] Os Preços em Angola registaram uma subida de 18,19% em novembro face ao período homólogo do ano passado, subindo 2,1% face aos valores de outubro, anunciou hoje o Instituto Nacional de Estatística de Angola (INEA). […]

trackback

[…] comentário aos valores de novembro, divulgados esta semana pelo Instituto Nacional de Estatística, o departamento africano da britânica Oxford Economics lembra que “a inflação está ao […]