Angola/Cafunfo: Regime angolano planejava “assassinar” o líder do Movimento do Protectorado Português Lunda Tchokwe

0
184
A Dimensão corpórea de Ernesto Mwangala, governador da Lunda Norte e de João Manuel Gonçalves Lourenço, presidente de Angola, não sobrepõe a imortalidade da Alma Lunda.
 
Uma fonte ligado aos serviços segredo do Estado angolano , sob o anonimato, revela que o Regime do MPLA sob a orientação do Ernesto Muangala, Governador da província da Lunda-Norte, tinham um plano de assassinar o Líder do Movimento do Protectorado Português Lunda Tchokwe, (MPPLT), antes que ele se apresentasse as autoridades policial em Luanda.
 
Segundo a fonte que pediu o anonimato, disse que o Governador da Lunda-Norte, Ernesto Mwangala, previa um plano conjunto com o Governo Central em Luanda, realizar o assassinato do Líder do Movimento do Protectorado Português Lunda Tchokwe, Eng.º José Domingos Mateus Zecamutxima, que actualmente, encontra-se detido numa das unidade policial da província de Luanda, sem causa formal; por uma notificado simulada que lhe foi feita por intermédio ,dum advogado, em que o vitima se pudesse recusar, apresentar-se as autoridade, policiais.
 
Pelo facto do mesmo ter sido localizado o seu domicilio, seria abatido pela polícia de serviço de investigação criminal, considerá-lo-ia de marginal altamente perigoso e procurado pela Justiça angolana.
 
Desta feita nem a comunidade internacional, geri-se a respeito contra o regime do MPLA.
 
Só assim acabasse duma vez para sempre com o Movimento que reivindica a autonomia da Lunda Tchokwe.
 
Aperfeição Da Lunda Injustiçado Mwatchimbundju

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here