Egipto 2021: Angola confirma presença no Mundial de andebol

0
132

A Selecção Nacional sénior masculina de andebol consta das 32 equipas inscritas na disputa do Campeonato Mundial do Egipto agendado para 13 a 31 de Janeiro de 2021 em quatro cidades daquele país

A informação foi confirma-da por Pedro Godinho, presidente cessante da Federação Angolana da modalidade (FAAND). “Tínhamos o dia 1 de No-vembro como o prazo de confirmação da nossa participação estipulado pela Federação Internacional (IHF) e não tivemos opção que não fosse confirmar a presença de Angola”, disse.

O assunto “mundial” vai ser tema de abordagem hoje entre o presidente cessante, Pedro Godinho, presidente eleito, José do Amaral Júnior “Maninho”, e Zeca Venâncio, na condição de vice-presidente cessante.

Da agenda do encontro vão constar assuntos como a composição da equipa técnica, as condições logísticas e a de biossegurança, entre outras.

A participação da Selecção Nacional poderá ser efectivada com exclusivo financiamento do Estado a julgar pelo facto de terem caducado todos os contratos que a Federação tinha com os patrocinadores, em virtude da mudança de direcção, resultante do recente processo eleitoral.

“Não acredito que haja tempo para a nova direcção negociar com parceiros e estes colocarem já ao dispor da Federação algum patrocínio antes de Janeiro. Por isso, o nosso apelo à estrutura do Ministério da Juventude e Desportos (MINJUD) para as facilidades que se im-põem”, disse.

Para estar razoavelmente pronta para o Mundial, os Guerreiros, como também são conhecidos nas lides desportivas, precisam de um mínimo de oito semanas de trabalho que devem ser divididas em seis em Angola e duas no Egipto, segundo Godinho.

“Para que haja possibilidade de cumprimento desse mínimo, é preciso que se comece a trabalhar agora, na primeira semana de Novembro. Temos a questão dos testes médicos e pensamos que o Ministério devia ser o responsável”, comentou.

No que toca à convocatória, revelou, a Federação Angolana tem tudo adiantado e aguarda apenas pelo aval do MINJUD para avançar.

Nelson Catito deve continuar à frente da equipa técnica, pelo menos, até disputar o Mundial.

Angola vai jogar a competição inserida no grupo C juntamente com Qatar, Japão e Croácia.

Maninho deseja iniciar funções

José do Amaral Júnior “Maninho”, presidente eleito no último sábado, pretende tomar posse ainda no decorrer desta semana a fim de pôr a máquina funcional ante os compromissos da Federação relacionados com a participação da Selecção sénior masculina no campeonato do mundo e os contactos com os parceiros da instituição.

Falando à reportagem do JA, após a eleição, Maninho revelou que gostaria de ser empossado “já, entre quar-ta e sexta-feira”. O dirigente disse que a definição da data da tomada de posse não depende somente de si, há questões como a agenda dos demais integrantes do elenco que precisa ser concertada.

José Júnior “Maninho”, antigo jogador do Petro de Luanda, 1º de Agosto e Selecção Nacional, foi eleito, depois de cilindrar o opositor Zeca Amaral nas urnas por 53 votos contra 12.

Texto do JA

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here