EUA: Autoridades angolanas de Mbanza Congo “preocupadas” com obstrução de vias por velórios

0
360
Um novo fenómeno, de ocupar estradas para realizar velórios, está a preocupar as autoridades da secular cidade angolana de Mbanza Congo, cujo centro histórico foi declarado, em 2017, Património Mundial pela UNESCO, reclamou a administração local.

Segundo o administrador de Mbanza Congo, capital da província angolana do Zaire, Manuel Gomes, cidadãos têm obstruído ruas da cidade e da periferia para realizar velórios, ocupando por dois ou três dias faixas de ruas por motivos de óbito, impedindo a circulação de pessoas e automóveis.

“Quase passou a ser moda a realização de velórios nas ruas da cidade. Isso viola os bons hábitos e costumes do povo kongo”, afirmou Manuel Gomes, citado pela agência noticiosa angolana, Angop.

O responsável, que reprovou o comportamento, prometendo tomar medidas severas para desencorajar essa prática, disse que vai trabalhar em colaboração com os regedores dos bairros, colocar mais fiscais da administração municipal na rua, para acabar com esse fenómeno “que ofusca a imagem da cidade”.

Manuel Gomes frisou que durante o velório também são queimados pneus na via pública, o que está a contribuir para degradar de forma prematura as estradas da cidade distinguida pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO).

“A área da fiscalização já está acionada e os prevaricadores serão multados”, garantiu o responsável.

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here