França: Nicolas Sarkozy no banco dos réus

0
272

Começou e foi entretanto interrompido o julgamento do ex-presidente francês Nicolas Sarkozy.

É a primeira vez que um antigo chefe de Estado se senta no banco dos réus, o que acontece ao fim de várias investigações e escândalos a envolver o nome daquele que foi o inquilino do Eliseu entre 2007 e 2012.

Sarkozy está acusado de corrupção e tráfico de influência, por alegadamente ter tentado subornar um juiz num processo de 2014.

A primeira audiência foi adiada para quinta-feira, já que um dos arguidos, o juiz Gilbert Azibert, está doente com suspeitas de Covid-19.

Além de Sarkozy e de Alibert, é também arguído neste caso o advogado do ex-presidente, Thierry Herzog. Advogado e cliente foram apanhados em escutas telefónicas a discutir os detalhes do caso, sendo que o telemóvel de Sarkozy tinha sido comprado especialmente para as conversas com o representante jurídico, alegadamente para escapar às escutas, e registado sob um nome falso.

O processo de há seis anos, na origem destas escutas, tem a ver com a campanha presidencial de 2007, nomeadamente com o dinheiro alegadamente pago de forma oculta por parte da herdeira do império L’Oréal, Liliane Bettancourt.

Outro processo, talvez o mais bicudo contra o ex-presidente, diz respeito ao alegado financiamento dessa mesma campanha por parte da Líbia de Muammar Kadhafi.

No próximo ano, Sarkozy enfrenta um novo julgamento, desta vez relativo ao financiamento da campanha de 2012.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here